Lula

2/10/2014
Alexandre de Macedo Marques

"Caro Dossena, embora bem intencionado o seu comentário sobre o Lula parece-me equivocado, em parte. É um feito ter chegado aonde chegou. Quase uma história mitológica ou um desses romances de aventura onde se misturam o improvável à má literatura. Mas os méritos do herói em questão não são elogiáveis, ante deploráveis. Pelo que presenciamos podemos dizer que a ausência de autocrítica (o bem brasileiro simancol), um grau evidente de paranoia, nenhum compromisso com a realidade, a verdade e a aética, uma demoníaca e bem sucedida persistência nos fins justificam os meios, enfim, um verdadeiro modelo de Macunaíma a que se juntaram circunstâncias fortuitas - pode chamar de destino. A resultante é um indivíduo sem nenhum preparo técnico, intelectual e ético, que certamente levaria à falência o mais simples negócio, chegou à presidência da República. Aí está o Brasil. Tenho a certeza que depois do consulado petista será necessário uma geração de sacrifícios para consertar os escombros deixados pela incompetência, desonestidade, mentira e ideologia petistas e seus Átilas."

Envie sua Migalha