Sociedade individual

24/9/2015
Zanon de Paula Barros - escritório Leite, Tosto e Barros - Advogados Associados

"Com a notícia publicada em Migalhas, referente ao projeto de lei que permite a criação da 'sociedade unipessoal de advocacia', vejo que o Congresso Nacional pretende revogar a língua portuguesa, admitindo ser sociedade quem não tem sócio (Migalhas 3.707 - 24/9/15 - "Advogado - Sociedade individual" - clique aqui). Breve alterarão o Código Civil para criar a 'família unipessoal', constituída por um indivíduo solteiro, sem filhos e que vive sozinho. Também o filho único passará a ser 'irmão unipessoal'. Não é à toa que a língua portuguesa virou peça de museu na Estação da Luz."

Envie sua Migalha