Uber

26/9/2015
Luiz Francisco Fernandes

"Com a mais respeitosa vênia, o argumento da ministra apenas reproduz o óbvio; mutatis mutandis, restringir o aplicativo tem a mesma equivalência de cercear a reprodução de músicas, livros e uma soma infindável de outros etceteras (Migalhas 3.708 - 25/9/15 - "Ventos da modernidade" - clique aqui)."

Envie sua Migalha