CPI da Petrobras

20/10/2015
Roberto Amaral Rodrigues Alves

"Caro diretor, acho muito oportuno diante da gatunagem dos cofres da Petrobras e de inúmeras empresas públicas, evitando-se com isso o enriquecimento indireto às custas de honorários 'duvidosamente lícitos' porque (direta ou indiretamente) subtraídos de nosso bolso. Um paradoxo! O produto da roubalheira sendo destinado a patrocinar honorários mi(bi)lionários de um seleto grupo de 'profissionais' que sem qualquer pejo ou pudicícia os embolsa 'independentemente de sua origem'. Verbi gratia caso da dra. Catta Preta. Quanto recebeu? De quem? É ético, é lícito, é moral? Seus clientes tinham lastros de origem lícita, comprovaram através de DIRFs para prover elevadíssimos pagamentos? Pode?"

Envie sua Migalha