sábado, 30 de maio de 2020

ISSN 1983-392X

"Antes de mais nada desejo afirmar que conheço o ditado ´Tem a força do Direito e tem o direito da força´. Meu nome é Claudio Berttoti Marques, sou brasileiro nascido em São Paulo capital em 1941. Não sou bacharel em Direito. Sou bacharel em Economia. Venho de família muito humilde, voto desde os meus dezoito anos e devo confessar que, por ter começado a trabalhar muito cedo – aos 13 anos – e ter que estudar à noite, somente pude começar a, realmente, entender alguma coisa de política após haver concluído meu estudo superior em 1966 – entrei na universidade somente aos 22 anos e de lá saí em 1966. Não quero me alongar em citar os fatos vergonhosos que marcam o Brasil atual porque entendo que tais fatos são de conhecimento de todos. Corruptos e corruptores em todos os setores da economia – englobo aí todas as associações de comércio, indústria e de profissionais de todos os matizes - subjugando a população, planos para manter o povo sem a instrução a qual poderia liberta-lo através do voto – obrigatório – consciente, ditadura ´legal´ já que as leis foram e são feitas exatamente por aqueles que formam as câmaras municipais, estaduais e Federal, e o Senado, na maioria das vezes escritas pelos próprios interessados. Não desejo, como muitos, uma solução pela força. No meu sonho de brasileiro com quase 76 anos, vendo que cada novo governo promete tudo mudar e que depois descobrimos que tudo foi mantido exatamente igual, venho com muita humildade solicitar a essa Migalhas, que tem o poder de atingir a maioria dos advogados e juízes deste nosso Brasil, que publique esta minha carta, a qual encerro com uma solicitação: que os homens que conhecem as leis com profundidade – os advogados e juízes – encontrem a solução para a grave situação do Brasil através da força do Direito, porque não acredito que um país tão rico como o nosso tenha que continuar a ser dirigido por um pequeno grupo de ´vendilhões da pátria´ como se dizia antigamente."

Claudio B. Marques - 6/4/2020

Comente

Cadastre-se para receber o informativo gratuitamente

WhatsApp Telegram