Artigo - Omnia munda mundis

13/12/2006
Celso Soares Carneiro

"Não me parece correta a atitude da OAB no sentido de desagravar o ex-ministro Maurício Corrêa no episódio em que tentou abordar o ministro Joaquim Barbosa (Migalhas 1.554 – 11/12/06 – "Migas – 4" – clique aqui). É conhecida e lamentável a desenvoltura de certos advogados que, valendo-se do prestígio pessoal ou de relações de amizade ou decorrentes de pretérito desempenho de funções públicas, tentam, e muitas vezes conseguem, influenciar os juízes em favor de seus clientes. Esse tipo de lobby é danoso à justiça e a OAB deveria posicionar-se contra ele e não apoiar os que na tentativa são devidamente rechaçados pelo juiz abordado."

Envie sua Migalha