Concurso

6/4/2021
Sandro Luporini

"Acabo de ler a reportagem dizendo que o CNJ recomenda a suspensão dos concursos até final do ano no Judiciário em razão da pandemia e da situação financeira. Contudo, é tão absurdo o TJ de São Paulo: Nesse ano, magistrados foram empossados, reembolso de convênio começou a ser pago para magistrados (servidor? Servidor não). Férias e licença-prêmio estão sendo pagas, indenizadas. Cargos comissionados estão sendo preenchidos as pencas. Qual a real situação do TJ/SP? Porque quem financia esses gastos somos nós, o Estado divide o orçamento e, portanto, ao invés de recursos para a saúde ou educação, pagamos por isso? É justo? A propósito, fui contra profissionalmente a gastos irregulares com verba emergencial no TJ e o que recebi foi uma designação a revelia executada pela presidência. A nova ditadura na democracia, Judiciário! Será que o Executivo foi enganado ou é conivente, já que suas ações depende do Judiciário, mesma novela, mesmo enredo e nada vem a publico, nenhuma manifestação."

Envie sua Migalha