Indicação

13/7/2021
Cleanto Farina Weidlich

"Sobre as sempre eruditas e lapidares inserções do Migalhas dessa terça-feira, faltou acrescentar algumas do tipo: 'não utilizais o nome de Deus em vão', o que em boa exegese canônica, deve ser interpretado com relação a toda a liturgia e a doutrina evangélica. Quem sabe agora com a chegada do Ministro André Mendonça no STF, essas depurações e higiene comecem a ganhar corpo e venham frequentar os julgados humanos, que nesses tempos bicudos de impregnação ideológica, tem se apresentado escancaradamente claudicantes e sem a mínima reserva de defesa do 'pau cortina' (registro essa simbologia em homenagem ao meu Professor Cesar Saldanha de Sousa Júnior), que é a sua finalidade e responsabilidade maior. Caindo o 'pau', como sói acontece, entra em ruína todo o sistema – essa cortina já veio cheia de frestas e buracos da Constituinte – e com a sobra, fizeram do pano, retalhos até o presente momento totalmente em linha de colisão com os valores republicanos. Mas não esqueça, a Justiça humana deveria ser fundamentada com base nas Leis, a Lei é a razão humana (segundo preconizado por Montesquieu), todavia, o Direito e a consciência coletiva da nação, não admitem resultados absurdos, e, que sirva esse recado para os Senadores nessa parte guindados a investidura de Juízes, com as voltas e revoltas na CPI. Para nós o sofrido povo brasileiro, em sua grande maioria homens de fé, nos resta a esperança aprendida no catecismo de colégio, CERTA SÓ A JUSTIÇA DIVINA, da Justiça de Deus ninguém escapa, ela é infalível e quem ousa contra ela, prepare os avios e descubra em Dante Alighieri, os horários de saída para a barca, e não tenham qualquer receio de chegarem atrasados, ela espera por todos, ... Cordiais saudações!"

Envie sua Migalha