Confiança

27/2/2007
Wilson Silveira - CRUZEIRO/NEWMARC PROPRIEDADE INTELECTUAL

"Portugueses não confiam em políticos e vendedores de automóveis. Não, não é nenhuma piada sobre os portugueses. Seleções do Reader's Digest daquele país publicou um estudo 'marcas de confiança'. O estudo revelou que apenas 3% dos inquiridos têm muita ou bastante confiança na classe política, o mesmo acontecendo com relação aos vendedores de automóveis. Ou seja, 93% dos entrevistados demonstraram sua desconfiança em duas classes profissionais: os políticos e os vendedores de automóveis. Se é que interessa, os pilotos de aviação contam com 93,4%, no topo da confiança, os bombeiros com 92,6%, os farmacêuticos com 90%, os enfermeiros com 87% e os médicos com 86%, os padres com 43%, os profissionais de comunicação com 31% e os advogados com 21%. Bem, ainda assim, os advogados contam com 7 vezes mais confiança que os políticos. Há sempre uma maneira de ver as coisas de uma forma mais favorável."

Envie sua Migalha