Migalheiros

20/12/2007
Wilson Silveira - CRUZEIRO/NEWMARC PROPRIEDADE INTELECTUAL

"Como é mesmo aquela história das moscas ? Muda tudo, menos as moscas, coisa assim, não é mesmo ? Bem, já era assim há 140 anos, em Portugal, lá na terrinha, nas nossas origens, terra de Eça de Queiroz, de onde vieram nossos usos e costumes, principalmente nossos maus costumes, porque o que não presta a gente aprende e não se esquece:

'Ordinariamente todos os ministros são inteligentes, escrevem bem, discursam com cortesia e pura dicção, vão a faustosas inaugurações e são excelentes convivas. Porém, são nulos a resolver crises. Não têm a austeridade, nem a concepção, nem o instinto político, nem a experiência que faz o estadista. É assim que há muito tempo em Portugal são regidos os destinos políticos. Política de acaso, política de compadrio, política de expediente. País governado ao acaso, governado por vaidades e por interesses, por especulação e corrupção, por privilégio e influência de camarilha, será possível conservar a sua independência ?'

 

(Eça de Queiroz, 1867 in 'O distrito de Évora')"

Envie sua Migalha