Banco Central

9/8/2004
Adauto Quirino Silva - advogado - OAB/SP 28.305

"O presidente Lula tem defendido o presidente do Banco Central contra acusações que sobre este pesam, e a defesa que toma de Henrique Meirelles não se limita a simples manifestação de solidariedade, senão a defesa do próprio Governo. Parece temer o Presidente por agravo pessoal na hipótese de ser oficialmente revelada a procedência das acusações. Considero, entretanto, que mais prudente seria, de parte do Governo, aceitar a apuração meritória dos fatos imputados a Henrique Meirelles, em demonstração, aliás, de absoluta isenção do Presidente. Afinal, pior é deixar que se mine aos poucos a integridade moral da administração pública, até a sua possível ruína irremediável."

Envie sua Migalha