Leitores

Coluna "Olhares Interseccionais"

9/11/2021
Zanon Rozzanti de Paula Barros, escritório Leite, Tosto e Barros - Advogados Associados

"Prezados Senhores. Em relação à absolvição daquelesque 'furtaram' mercadorias vencidas e foram absolvidos em primeira instância,sob a fundamentação de irrelevância, ressalvando que não sou criminalista,discordo da decisão judicial (Coluna "Olhares Interseccionais" – 8/11/21– clique aqui). Entendo que eles deveriam ser absolvidos por falta detipificação criminal. Se os bens eram produtos alimentares vencidos (portantonão poderiam ser usados) e estavam já no local de descarte, eram 'res derelicta'(coisa abandonada). O furto, ainda que insignificante, tipifica-se com asubtração de coisa alheia móvel e coisa voluntariamente abandonada não temdono, portanto, não é coisa alheia. A atitude dos que foram processados seria amesma de alguém que passasse por minha casa e levasse o saco de lixo que deixeina calçada para ser levado pelo lixeiro: não haveria furto. Atenciosamente"

Migalhas 21 anos

12/11/2021
Edison Godoy

"Senhoras e Senhores, Bom dia. Não é de meu costumecumprimentar de véspera os aniversários, porém, diante do grande número deleitores do Migalhas, que enviarão seus cumprimentos, vou procurar minimizar otrabalho do colaborador escalado, especificamente, pelo Amantíssimo Diretor,para dar vazão às correspondências recebidas. Desejo meus sinceros parabéns pormais um ano de brilhante sucesso, desejando que possamos comemorar, juntos, pormuitos e muitos anos! Para toda a valorosa equipe do maior e mais importanteinformativo jurídico do país, envio meus cumprimentos. Parabéns e FelizAniversário! Cordialmente,"

Custas processuais – TJ/SP

11/11/2021
Clito Fornaciari Júnior - escritório Clito Fornaciari Júnior – Advocacia

"Infeliz, em todos os sentidos, o projeto do Tribunalde Justiça de São Paulo de aumento das custas processuais que elevaria, asiniciais, de 1% para 1,5%, além de atingir também as taxas para se agravar dasdecisões interlocutórias. O momento não é para isso. O Brasil vive uma crisesem precedentes que trouxe para a linha da pobreza muita gente que antes assimnão poderia ser considerada e que representa um segmento que precisa da Justiçae a usa, de forma que, com este aumento de 50% no percentual, sentirádificultado o seu acesso ao último meio civilizado de solução dos conflitos.Ademais, o projetado aumento vem em um momento em que os efetivos usuários daJustiça a sentem devedora de um melhor serviço que, efetivamente, não houvedurante a pandemia, em cujo período o juiz, em sentido lato, ficou muito maisdistante do jurisdicionado e, ainda, assim permanece, muito embora em outrasatividades já houve um retorno com carga plena ao trabalho. Por fim, já é horade se deixar de usar o preço do processo como inibidor da busca do Judiciário.Se não se for à Justiça, aonde se deverá ir?"

Ciências jurídicas

9/11/2021
Pablo André

"Estudar ciências jurídicas hoje no pátria amada é sinônimode desconforto. Será que todos os estudantes passam por esse mesmo motivo? SouPablo André, tenho 41 anos, após 20 anos sem entrar em uma sala de aula,resolvi voltar, mas infelizmente não é essa visão que estou tendo, observo quenos dias de hoje para quem estuda direito, se quiser trabalhar tem que procurarna área jurídica, porque se for em outra área tem que ocultar, 100% dos alunosonde eu estudo tem de 35 a 45 anos, 50% têm entre 25 e 30 anos, outros 15% têma idade compatível com sua vivência. A pergunta é, compensa estudar ciências jurídicasem um país que está completo de gente desonesta? Onde estudar não está sendomais parte da cultura".

Gramatigalhas

8/11/2021
Natan Frota

"Gostaria de saber como devem ser usados os pronomes clíticos quando ocupam a função de objeto acompanhados do pronome 'todos'. O correto seria 'Isso nos afeta a todos' ou 'Isso afeta a todos nós'?"

9/11/2021
João Vitor Pestana Bentes Lopes

"Boa noite, me deparei com a seguinte frase: 'elimine as opções absurdas e evite reler aquela alternativa que você tem certeza de que não é o gabarito'. Ela está correta ou deveria ser 'elimine as opções absurdas e evite reler aquela alternativa de que você tem certeza que não é o gabarito'? Obrigado."

11/11/2021
Vinícyus Barros da Silva

"Olá, professor!Eu estava lendo uma passagem das escrituras sagradas e vi a seguinte construção: 'O zombador procurou achar sabedoria, e não há nenhuma; mas, para o entendido o conhecimento é coisa fácil'.A vírgula após o 'mas' está correta? Existe algum recurso, gramático ou escritor que apoie essa construção?Só lembrando que a tradução que usei é de 1986.Obrigado!"

Envie sua Migalha