Leitores

Gramatigalhas

27/1/2021
Hugo Souza

"Olá! Gostaria de saber como flexionar em número a expressão 'transitado em julgado': processos transitados em julgado ou em julgados? Obrigado!"

28/1/2021
Sidnei Lopes da Cunha

"Os adjetivos gentílicos são atribuídos ao ser, pessoa, em relação ao seu local de origem. Pergunto, é correto atribuir a um município o adjetivo gentílico? por exemplo: município mato-grossense. Ou o certo seria dizer município de Mato Grosso."

Vacina

25/1/2021
Antonio B. Camargo

"Num país desgovernado, em que as autoridades, ou por preguiça, ciúme, incúria, deixam à consciência de cada um as precauções contra a covid-19, quando os previdentes recolhem-se, já os abestalhados engolfam-se em festas, encontros, num canibalismo sem precedentes. Os alucinados hospedam e multiplicam aos milhões o vírus, para semeá-los e plantá-los nos pulmões de seus entes queridos e quem mais lhes chegue ao redor. Essa tragédia humana dos afogados nos corredores dos hospitais ganha número: mais de 220 mil mortos, número em ascensão. Pode ser tamanho absurdo em pleno seculo 21? Hospitais entulhados, famílias estraçalhadas pela maior de todas as dores, a morte por asfixia de um ser querido! Então há alguém que suporte tamanha negligência, ignorância, maldade de autoridades que ainda, diante desse quadro terrificante, quedam-se indiferentes tais como estátuas de pedra, com um sorriso de desprezo brincando-lhe nos lábios – como se nada estivesse acontecendo?! Então há alguém que suporte o deboche desprezível quando, a maior autoridade do Brasil diz: 'quem tomar a vachina' corre risco de vida e sérias complicações!? Esse menosprezo bem demonstra que as Cassandras do mau agouro continuam imutáveis no formol da ignorância. Esse pronunciamento não só conspurca quem o anuncia, como ofende e irrita os fabricantes da única âncora dos brasileiros, a vacina. Diga-se, 'en passant', que a língua de trapos não percebe o que diz e só aumenta o clamor popular pedindo o impeachment desse doutoraço em saúde pública."

Ramalho Guimarães

28/1/2021
Érica Guimarães Crocco

"Gostei muito do conteúdo lido, e também sentir saudades dos meus avós, tios e pai que já se foram para outro plano e deixaram seus nomes e saudades nessa cidade de Araraquara, meu avô dr. Eurico Ramalho Guimarães, meu amado tio/pai Ehrlich Ramalho Guimarães, meu pai o Piloto Estácio Ramalho Guimarães e todos da família Ramalho Guimarães! O querido tio dr. Enéas Ramalho Guimarães sempre querido por todos. Como sinto saudades dos tempos em que eu era apenas uma criança ouvindo histórias de nossa família e de nossa cidade (a qual nasci, cresci e resido até hoje) e nela me casei, tive meus filhos, todos os três muito bem formados e casados. Tenho orgulho imenso em ser uma Ramalho Guimarães!"

Envie sua Migalha