quinta-feira, 22 de abril de 2021

PÍLULAS

Publicidade

Baú migalheiro

terça-feira, 23 de julho de 2019

Há 136 anos, no dia 23 de julho de 1883, faleceu, no Rio de Janeiro, o barão de Três Barras e segundo visconde com grandeza de Jaguari, José Ildefonso de Sousa Ramos. Formou-se pela Faculdade de Direito de São Paulo, e se estabeleceu em Valença/RJ, onde foi advogado e fazendeiro, sendo nessa época o início de sua carreira política. Foi deputado pelo Rio de Janeiro e Piauí, e senador por Minas Gerais, tendo atuado também como presidente da Câmara dos Deputados. Em 1853, foi escolhido, por Minas Gerais, para o Senado. Foi três vezes ministro, ocupou as pastas da Justiça e do Império. Foi ainda conselheiro de Estado e provedor da Santa Casa da Misericórdia, e condecorado como cavaleiro da Ordem da Rosa e com a Grã-Cruz da Ordem de Cristo. Em 1845, foi eleito sócio correspondente do IHGB - Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro. 

t

Atualizado em: 22/7/2019 13:03