Migalhas

Terça-feira, 31 de março de 2020

ISSN 1983-392X

Resultado do sorteio da obra "Direito Recuperacional – Aspectos Teóricos e Práticos"

Veja quem faturou a obra coletiva "Direito Recuperacional – Aspectos Teóricos e Práticos" (Quartier Latin – 551p.), organizada por Nilva M. Leonardi Antonio.

segunda-feira, 25 de abril de 2011


Sorteio de obra

A obra coletiva "Direito Recuperacional – Aspectos Teóricos e Práticos" (Quartier Latin – 551p.), organizada por Nilva M. Leonardi Antonio, de grande valia para os operadores do Direito, trata dos aspectos eminentemente práticos do novo instituto.

"Organizar uma obra coletiva é, ambivalentemente, uma tarefa penosa e reconfortante. É penosa, em primeiro lugar, porque não é fácil, para quem luta desesperadamente contra a insuficiência de tempo para dar conta das responsabilidades assumidas, encontrar disponibilidade para efetuar a leitura de tudo aquilo que pode e deve ser objeto de publicação, selecionando, com o necessário cuidado, o que preferivelmente deva ser publicado. Como se isso já não fosse o bastante para sobrecarregar os ombros de quem aceita o encargo, acresce existir, no meu caso, o cansaço natural de quem já é obrigado a viver julgando o tempo todo, seja como magistrado federal, seja como professor. Selecionar textos não deixa de ser mais um exercício de julgar a qualidade deles do que qualquer outra coisa. E julgar, no caso, significa cortar, parecendo ser mais atividade de médico-cirurgião — profissão que sempre me despertou indisfarçável pusilanimidade — do que, propriamente de juiz ou de professor...

Mas, ao mesmo tempo, não deixa de ser reconfortante, em segundo lugar, porque dá gosto ver o resultado de um esforço. Desde a década de setenta da centúria passada engajei-me como pude na luta por uma nova lei falimentar para o Brasil. Fosse com palestras, fosse com artigos, fosse com alguma participação na elaboração de anteprojetos ou na sempre frutífera discussão deles, como ocorreu com aquele elaborado pelo Eminente Deputado Oswaldo Biolchi, o fato é que terei conseguido — ainda que de forma episódica e canhestra — estar sempre próximo de algumas pessoas que se interessaram pelo tema. Entre alunos da graduação e da pós-graduação da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo, preocupei-me em despertar o real interesse de todos por esse importante ramo da pesquisa jurídica, fazendo-os refletir sobre os problemas que se deflagravam na realidade do dia-a-dia e incentivando-os a produzir trabalhos que pudessem representar, ainda que de forma embrionária, algum tipo de contribuição científica à comunidade jurídica, especialmente a partir do advento da Lei n° 11.101/05.

(...)

O livro que ora vem a lume — quase em sua totalidade dedicado ao instituto da recuperação judicial — será de grande valia para os operadores do Direito em geral e, particularmente para os advogados, consultores de empresas, contabilistas, economistas, escrivães, juízes, membros do Ministério Público, peritos etc., que militam na área recuperacional, pois trata de aspectos eminentemente práticos do novo instituto.

Não obstante venha considerando, ao longo de minha vida, praticamente inócua essa tarefa de escrever prefácios, quiseram os fados que eu os elaborasse a mancheias, muito mais motivado pelos sentimentos de apreço e de amizade para com o autor da obra do que, propriamente, porque lograsse vislumbrar alguma utilidade nesse tipo de texto.

No presente caso, porém, penso que uma ligeiríssima palavra poderá ter alguma pertinência. É que a obra que se dá à estampa não teve como propósito traduzir o saber livresco, tão a gosto do meio acadêmico... Trata-se, ao revés, de um trabalho feito por autores que efetivamente militam diuturnamente com os problemas que se encontram no "mundo da vida" e não com aqueles engendrados pelos anacoretas, na solidão discreta de suas mansardas..." Newton De Lucca, desembargador Federal

Sobre a organizadora :

Nilva M. Leonardi Antonio é mestre em Direito Comercial pela USP, especialista em Direito Empresarial pela Escola Paulista de Magistratura. Bacharel em Direito pela ITE - Instituição Toledo de Ensino de Araçatuba, servidora pública judiciária. Membro do IBRADEMP - Instituto Brasileiro de Direito Empresarial e do CEBEPEJ - Centro Brasileiro de Estudos e Pesquisas Judiciais.

______________

Ganhadora :

Sílvia Valéria Linhares, de Santana do Livramento/RS


_________________

patrocínio

Advertisement

últimas quentes

-