sexta-feira, 25 de setembro de 2020

MIGALHAS QUENTES

BNDES aprova financiamento de R$ 32,5 milhões para Editora Saraiva


BNDES aprova financiamento de R$ 32,5 milhões para Editora Saraiva

O BNDES aprovou financiamento de R$ 32,5 milhões para a Saraiva S.A Livreiros e Editores, destinado à execução do plano de investimentos da editora para o período 2005 a 2007. Os recursos serão aplicados no plano editorial e em sistemas de informação. O financiamento para o plano editorial permitirá à Saraiva investir em livros de cunho didático, jurídico e de economia, administração e contabilidade. Os investimentos em sistemas de informação visam melhorar os controles internos, otimizando esforços de venda e de gestão. O Banco participará com 44% dos investimentos totais, de R$ 73,2 milhões.

Com isso, a Saraiva pretende fortalecer sua posição no mercado editorial nacional, mantendo sua participação nos setores onde detém a liderança e crescendo naqueles nos quais ainda não ocupa posição de destaque Os investimentos contemplados consideram os lançamentos previstos pela Editora até 2007, nas áreas já mencionadas.

Serão editados livros jurídicos, principalmente em setores onde a Saraiva objetiva aumentar sua participação de mercado, com destaque para áreas do Direito Administrativo, Constitucional, Direito do Trabalho, Processo do Trabalho e Processo Civil. Um dos objetivos é colocar à disposição dos leitores informações sobre as recentes mudanças na dinâmica jurídica brasileira, com textos atualizados em questões como a Nova Lei de Falências, a Reforma do Poder Judiciário e a Reforma do Código de Processo Civil. E, ainda, livros jurídicos voltados à discussão dos grandes temas nacionais, atendendo à demanda de alunos das faculdades de Direito.

Além disso, a Saraiva lançará títulos na área de livros didáticos voltados para o ensino médio e fundamental, e outros em áreas como Turismo, Comércio Exterior, Relações Internacionais e Contabilidade. O projeto manterá 895 empregos diretos na editora.

O financiamento do Banco servirá para fortalecer uma empresa nacional, líder do segmento de livros jurídicos, e bem posicionada no mercado de livros didáticos. Além disso, ampliará a variedade de livros vendidos no País, a partir da renovação e aumento do catálogo de títulos da Editora, tanto com novos títulos de autores consagrados, como a partir de lançamentos de novos autores.
____________

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 1/1/1900 12:00