Migalhas

Segunda-feira, 24 de fevereiro de 2020

ISSN 1983-392X

Levantamento

62,7% dos consumidores retornam à inadimplência

Em levantamento realizado no ano anterior, até maio de 2014, 56,7% dos consumidores que pagaram as suas dívidas e saíram do cadastro de inadimplentes voltaram a constar no cadastro até um ano depois.

quarta-feira, 15 de julho de 2015

A maioria dos consumidores brasileiros (62,7%) volta a ficar inadimplente, dentro de um ano, após quitar as dívidas, revela estudo da Boa Vista Serviços S/A. O levantamento é de âmbito nacional e, para elaborá-lo, foram analisadas as exclusões e inclusões na base de dados da Boa Vista Serviços S/A de maio de 2014 a maio de 2015. O estudo considerou consumidores que regularizaram todas as pendências.

Em levantamento realizado no ano anterior, até maio de 2014, 56,7% dos consumidores que pagaram as suas dívidas e saíram do cadastro de inadimplentes voltaram a constar no cadastro até um ano depois. Houve, portanto, um crescimento da taxa de reincidência da inadimplência em 12 meses, em 6 pontos percentuais.

Analisando-se o trimestre seguinte à regularização das dívidas, 35,9% dos consumidores excluídos da base de inadimplentes voltaram a ser incluídos, ou seja, tiveram uma dívida vencida e não paga registrada no banco de dados da Boa Vista Serviços S/A.

O leve crescimento dessa taxa não é surpreendente, dada a atual conjuntura macroeconômica. Fatores como a piora no mercado de trabalho, os juros em alta e a o orçamento das famílias mais apertado tendem a ser preponderantes no resultado da inadimplência este ano. Por outro lado, a contenção do crédito tanto pela maior seletividade dos bancos como pela queda da demanda pode ser um fator que está contribuindo para que esta taxa de reincidência não esteja ainda mais alta.
____________________

patrocínio

últimas quentes

-