quinta-feira, 24 de setembro de 2020

MIGALHAS QUENTES

Resultado do sorteio de obra "Crédito e Judiciário no Brasil"

Sorteio de obra

Migalhas tem a honra de sortear a obra "Crédito e Judiciário no Brasil - Uma análise de Direito & Economia" (Quartier Latin - 332 p.) gentilmente escrito e oferecido por Jairo Saddi, ilustre advogado e Diretor do Centro de Estudos de Direito do IBMEC/SP.

Sobre a obra:

Crédito é a confiança de atributos positivos, como dinheiro, valor moral, conhecimentos humanos, entre outros de uma pessoa ou grupo de pessoas.

Em finanças, crédito é a capacidade prevista que uma pessoa tem de retornar um investimento (empréstimo, financiamento) sobre ele. Aquele que empresta dinheiro a um indivíduo ou a uma instituição se chama credor.

O crédito no Brasil é pequeno em tamanho, volátil no tempo em sua oferta e caro em sua estrutura. É reconhecido como verdade incontestável que determinado país não consegue se desenvolver sem um amplo e estável mercado de crédito, onde exista abundância tanto de ofertantes como de tomadores de crédito, e que esse crédito seja acessível em custo. Aliás, o próprio conceito de democracia econômica, ou o desenvolvimento sustentável de longo prazo que permita o combate à pobreza, depende de um mercado de crédito crescente que inclua a todos.

Dar e receber crédito faz parte da natureza humana. É a ação humana pela qual se transfere para o presente bem ou serviço que, sem ele, só seria possível no futuro. Crédito, por definição, seria uma escolha intertemporal típica, do futuro para o presente.

O livro trata de três aspectos centrais para a discussão da tutela jurídica de crédito no Brasil: as garantias, os juros e a certeza jurisdicional de sua execução, na hipótese de inadimplemento. O trabalho procura enfocar cada um deles sob a análise econômica do Direito e relacionar a influência.

Sobre o autor:

Jairo Saddi, é advogado em São Paulo, Doutor em Direito Econômico pela Universidade de São Paulo e Pós-Doutor pela Universidade de Oxford. É Bacharel em Direito pela Universidade de São Paulo e Administrador de Empresas pela FGV-SP. Foi Visiting Fellow do Center for Brazilian Studies, da Universidade de Oxford, em 2006/2007. Atualmente, é Diretor do Centro de Estudos de Direito do IBMEC/SP, Professor e Coordenador-Geral dos cursos de Direito dessa instituição.

______________

 Resultado:

Eliane Mendonça, advogada do Banco Central do Brasil, de Brasília/DF.

 

 

 

______________

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 1/1/1900 12:00