Migalhas

Domingo, 5 de abril de 2020

ISSN 1983-392X

Pílulas
Massa fina ou grossa?sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Dizem os jornais de hoje que o procurador-Geral da República, Rodrigo Janot, deve pedir ao STF apenas aberturas de inquéritos - e não fazer denúncias - contra os políticos suspeitos de participar da Lava Jato. Às vésperas de divulgar a lista dos nomes, Janot andou circulando por vários locais em Brasília. Na manhã de ontem, esteve no Palácio do Jaburu, residência oficial do vice-presidente Michel Temer. No dia anterior, recebeu em seu gabinete o ministro da Justiça. Segundo as assessorias das três autoridades, em nenhum dos encontros tocaram no assunto Lava Jato. Se não foi isso, estariam tratando do sexo dos anjos? Ou será que estavam decidindo o sabor da pizza que iriam pedir?

Competência

Ronda por aí a informação de que haverá no STJ um questionamento sério quanto à competência do juízo Federal do Paraná para julgar a Lava Jato. Pretende-se, dizem, levar o processo para o Rio de Janeiro. Periga só de o juiz ser o mesmo do caso Eike e querer levar um petroleiro para casa... Mas tirando a brincadeira de lado, talvez seja esse futuro questionamento que motivou uma certa aceleração nas oitivas no Paraná.

-