Leitores

Gramatigalhas

há 3 dias
Pedro Gurgel

"'Cumprimentando cordialmente' e 'renovo meus votos de estima' são jargões presentes em muitas comunicações entre órgãos públicos, considerando que a redação oficial preza pela impessoalidade e objetividade. Gostaria que fosse esclarecido se é atécnico e se o uso deve ser eliminado em prol de uma linguagem objetiva e impessoal."

ontem
Newton Silveira - escritório Newton Silveira, Wilson Silveira e Associados - Advogados

"Acerca da evolução ou involução da Língua Portuguesa entre os jornalistas: 1 - Um vício que é comum aos jornalistas e membros do Congresso é o uso indiscriminado do 'de que' em objetos diretos, como eu penso de que. 2 - Outro, o uso exagerado e desproporcionado da partícula aí no meio das frases. 3 – O uso persistente das palavras resiliente e robusto, como se tivessem o mesmo significado (no tempo da minha vó, robusto era um nenê gordinho). 4 – O uso da palavra assertivo no significado de acerto, quando o primeiro, segundo o Aurélio, significa afirmativo e não certo."

Paixão nacional

hoje
Anderson Lins

"Já que o Migalhas falou dos times dos ministros do STF, não custava nada colocar também o time do PGR, quem tem assento na Corte Suprema, concordam? Desconfio que ele torça para o meu time, que é o melhor e maior do Nordeste-Norte e Centro-Oeste."

Envie sua Migalha