Sexta-feira, 18 de outubro de 2019 Cadastre-se

ISSN 1983-392X

Baú migalheiro

quarta-feira, 10 de abril de 2019


Há 47 anos, no dia 10 de abril de 1972, um evento na cidade do Porto, em Portugal, marcava o início do traslado dos restos mortais de D. Pedro I, que deixaram Portugal em um navio com destino ao Rio de Janeiro. Os despojos do imperador chegariam ao seu destino final, São Paulo, quase cinco meses mais tarde, após longa peregrinação pelas capitais brasileiras. A bordo estava o presidente português Américo Thomaz, que tinha a missão simbólica de entregar os restos mortais ao presidente do Brasil no dia em que seria comemorado o Descobrimento. A abertura oficial das celebrações do Sesquicentenário da Independência aconteceria em 22 de abril daquele ano.

t

Fonte: Sesquicentenário. Chegada dos restos mortais de D. Pedro I ao Aterro do Flamengo, no Rio: regime militar celebra Independência Eurico Dantas 22/04/1972 / Agência O Globo