Sábado, 25 de janeiro de 2020 Cadastre-se

ISSN 1983-392X

MakingTech: Programa de inovação no Direito do Marcelo Tostes Advogados encerra temporada impactando profissionais

quinta-feira, 15 de agosto de 2019


Na última sexta-feira, dia 9/8, o escritório Marcelo Tostes Advogados fechou o último encontro de 2019 do "MakingTech", programa de inovação no Direito.

Com o tema "Metodologias Ágeis aplicadas ao Direito", foi dicutido o conjunto de técnicas de gestão das grandes empresas de tecnologia mundo afora e como aproximá-las do universo jurídico. Abordou também ambientes de maior liberdade dentro das organizações e aspectos como a descentralização da tomada de decisões.

TRANSFORMAÇÃO JURÍDICA

Foram realizados nove encontros durante a primeira temporada do MakingTech, fomentando debates, reflexões e muita troca de experiências e conhecimentos. Foram mais de 100 profissionais impactados ao longo dos meses e o resultado não poderia ser mais animador, reforçando o objetivo de transformar a realidade através da excelência jurídica que referencia o escritório.

Para o sócio Marcílio Drummond (Direito das Startups), coordenador do projeto e também responsável por conduzir todos os painéis ao longo dos últimos meses, o momento é de transformação do Direito, "o projeto Making Tech foi criado com o objetivo de fortalecer no escritório o mindset propício para a transformação digital jurídica, além de fornecer aos colaboradores o conhecimento de um amplo ferramental relacionado ao contexto da Nova Economia.

Segundo Marcílio, é fundamental que pensemos fora da caixa. Aos profissionais do Direito, as novas responsabilidades e competências deverão ser metas a serem alcançadas e lapidadas ao longo desse novo momento de carreira e investimento profissional. "Tratamos de tendências de um futuro próximo, como as novas habilidades necessárias para o sucesso profissional, as mudanças em vários pontos da sociedade - como mobilidade urbana, alimentação, mundo data driven, dentre outros -, as readequações geradas pelas tecnologias da indústria 4.0, o Legal Design e a preocupação com a experiência do cliente, o nível de revolução gerada pelas implementações da tecnologia Blockchain, as principais ferramentas usadas pelas startups para um crescimento exponencial, o Growth Hacking aplicado ao direito, além do dinamismo criado pelas metodologias ágeis de desenvolvimento de projetos".

t