Sábado, 21 de setembro de 2019 Cadastre-se

ISSN 1983-392X

Baú migalheiro

terça-feira, 3 de setembro de 2019


Há 57 anos, no dia 3 de setembro de 1962, o Congresso Nacional decretou, e o presidente João Goulart sancionou a lei 4.131/62, que disciplinava a aplicação do capital estrangeiro e as remessas de valores para o exterior. Os termos da lei, que considerava como capital nacional os lucros obtidos em atividades no Brasil e estabelecia o limite de remessas para o estrangeiro em 10% do total do capital registrado das empresas, apenas corroboravam o clima de radicalização política e de insolvência econômica que marcaria o final do governo João Goulart. No último ano de seu mandato, a taxa de crescimento da economia se deteve em níveis pouco acima de 1%, a expansão monetária alcançou o índice de 64,3% de crescimento e as projeções das taxas de inflação indicavam um patamar superior a 80%. 

t

Fonte foto: Memorial da Democracia/Arquivo Nacional