Sábado, 7 de dezembro de 2019

ISSN 1983-392X

Lava Jato

Procurador Diogo Castor de Mattos sai da força-tarefa da Lava Jato

Irmão de advogado que atua em processos na operação, Diogo ficou por cinco anos na força-tarefa.

sábado, 6 de abril de 2019

t

A força-tarefa da Lava Jato anunciou nesta sexta-feira, 5, a saída do procurador da República Diogo Castor de Mattos. Diogo integrou a força-tarefa em Curitiba em abril de 2014, na época, com 27 anos, sendo o mais jovem procurador do grupo.

Graduado em Direito, em 2009, pela PUC/PR, Diogo é mestre em Função Política do Direito pela Universidade Estadual do Norte do Paraná e tornou-se promotor de Justiça do PR em 2012. Em fevereiro de 2013, assumiu o cargo de procurador da República.

Nos últimos cinco anos integrando a operação, o procurador foi centro de polêmicas. A primeira, o fato de ser irmão de Rodrigo Castor de Mattos – advogado que atua em processos que tramitam na JF/PR justamente no âmbito da Lava Jato.

No início do mês passado, em artigo na Folha de Londrina, Diogo criticou o Judiciário brasileiro, em especial o presidente do STJ, ministro João Otávio de Noronha.

O procurador chegou a dizer que o ministro Noronha não possuía "notável saber jurídico" quando foi nomeado para o Tribunal Superior, e encerrou afirmando que "os indicados políticos do Poder Judiciário continuam produzindo danos imensuráveis ao devido processo legal e à transformação do Brasil num país justo e igualitário". E, em tom de ameaça, disse que "devemos começar a olhar para os tribunais superiores".

Em seu lugar, a força-tarefa recebeu os reforços de dois nomes: Juliana Câmara e Alexandre Jabur.

_______________

Nota pública da força-tarefa da Lava Jato

O procurador da República Diogo Castor de Mattos solicitou seu desligamento dos trabalhos da força-tarefa da Lava Jato em Curitiba. A força-tarefa agradece a Diogo Castor pelos cinco anos em que se dedicou, com excepcional esforço, às investigações da Lava Jato.

Nos últimos dois meses, a força-tarefa já recebeu os reforços da procuradora da República Juliana de Azevedo Santa Rosa Câmara, titular de ofício especializado no Combate à Corrupção na Procuradoria da República no Município em Volta Redonda/RJ, e do procurador da República Alexandre Jabur, integrante do Núcleo de Combate à Corrupção na Procuradoria da República no Amazonas. 

leia mais

patrocínio

Bradesco VIVO

últimas quentes