Sexta-feira, 20 de setembro de 2019

ISSN 1983-392X

Recuperação judicial

Plano de recuperação judicial da Cultura é homologado pela Justiça de SP

Decisão é do juiz de Direito Marcelo Barbosa Sacramone.

quarta-feira, 17 de abril de 2019

O plano de recuperação judicial do Grupo Cultura (Livraria Cultura) foi homologado nesta terça-feira, 16, pelo juiz de Direito Marcelo Barbosa Sacramone, da 2ª vara de Falências e Recuperações Judiciais de SP. Os credores aprovaram na sexta-feira, 12, o plano de reestruturação. 

Com isso, a empresa teve oficialmente a recuperação concedida e os prazos de pagamento previstos no plano já começam a correr, destaca Fabiana Solano, sócia do escritório Felsberg Advogados, que assessora a Cultura. Fabiana lembra que "conseguir a aprovação da Recuperação Judicial em menos de seis meses após a decretação é fundamental para a recuperação do grupo".

t

Na decisão, Sacramone destacou que "os pagamentos deverão ser efetuados diretamente aos credores, que deverão informar seus dados bancários diretamente às recuperandas, ficando vedados, desde já, quaisquer depósitos nos autos".

A Livraria Cultura pediu a reciperação em 25 de outubro de 2018 para reestruturar uma dívida de mais de R$ 285 milhões, sendo que o volume maior é com fornecedores e bancos.

Veja a decisão.

_____________

t

leia mais

informativo de hoje

patrocínio

Bradesco VIVO

últimas quentes