Sábado, 21 de setembro de 2019

ISSN 1983-392X

Revelações – Lava Jato

Gilmar Mendes autoriza compartilhamento de informações de ação sobre Greenwald com o TCU

Pedido foi feito pelo ministro Bruno Dantas, do TCU, que relata representação sobre supostas investigações contra o jornalista.

sexta-feira, 23 de agosto de 2019

O ministro Gilmar Mendes, do STF, autorizou o compartilhamento integral de informações contidas na ADPF 601 com o TCU. Na ação, o partido Rede Sustentabilidade pediu que fosse declarada a inconstitucionalidade da instauração de inquéritos que objetivam investigar o jornalista americano Glenn Greenwald, do site The Intercept Brasil.

Na ação foi deferida liminar para impedir as autoridades públicas e seus órgãos de apuração administrativa ou criminal de investigarem o jornalista em virtude da recepção, obtenção ou transmissão de informações publicadas no site.

t

O ministro Bruno Dantas, do TCU, pediu o compartilhamento das informações contidas na ADPF com a Corte de Contas. Dantas é relator, no TCU, de representação sobre possíveis irregularidades decorrentes de suposta investigação no antigo Coaf – Conselho de Controle de Atividades Financeiras contra o jornalista.

Em seu pedido, Dantas afirmou que o compartilhamento das informações entre o STF e a Corte de Contas é necessário para o esclarecimento dos fatos e o aprofundamento dos trabalhos, "considerando a relevância e a gravidade das ocorrências noticiadas".

Decisão

Ao analisar o pedido, o ministro Gilmar Mendes considerou que as irregularidades se referem a investigações supostamente iniciadas no Coaf a pedido da Polícia Federal, com o objetivo de identificar quaisquer movimentações atípicas nas atividades financeiras de Greenwald.

"De acordo com a representação, a motivação desse procedimento seria a perseguição e abuso de poder, com o fim de intimidar o jornalista, que divulgou diversas conversas e trocas de mensagens entre magistrados e procuradores que atuaram na força-tarefa da Lava Jato", pontuou Gilmar.

O ministro do STF pontuou que a CF/88 atribui ao TCU a função de controle externo da atividade administrativa do Poder Público, inclusive quanto à legalidade de sua atuação, e prevê ser atribuição da Corte de Contas "assinar prazo para que o órgão ou entidade adote as providências necessárias ao exato cumprimento da lei, se verificada ilegalidade". "Desta feita, vislumbro a legitimidade da atribuição exercida pelo TCU no caso em análise."

Segundo Gilmar Mendes, a jurisprudência do STF tem admitido o compartilhamento de provas e informações produzidas em processos judiciais para a apuração de fatos idênticos no âmbito de processos administrativos, ainda que relativos a dados e informações cobertos por sigilo constitucional, desde que precedido da prévia e indispensável autorização judicial.

Assim, aceitou o pedido do ministro Bruno Dantas e autorizou o compartilhamento integral das informações contidas na ADPF 601 com o TCU.

Confira a íntegra da decisão.

Vazamentos

Migalhas reuniu, em site exclusivo, todas as informações e desdobramentos dos vazamentos envolvendo a operação Lava Jato. Acesse: vazamentoslavajato.com.br

t

leia mais

TCU vai apurar se Coaf está investigando contas de Glenn Greenwald

OAB/RJ critica investigação contra Glenn Greenwald: "inaceitável prática de tolhimento e intimidação"

Novos vazamentos indicam que Lava Jato sempre desconfiou de empreiteiro pivô da prisão de Lula

Vazamentos mostram que Deltan queria acelerar ações contra Jaques Wagner em outubro de 2018

Procuradores criticavam violações de Moro e temiam pela credibilidade da Lava Jato, mostram novos vazamentos

Juízes Federais assinam moção de apoio a Sergio Moro

Magistrados pedem investigação e possível exclusão de Moro da Ajufe

Em áudio, Moro pede desculpas por chamar integrantes do MBL de tontos

Lava Jato se articulou para proteger Moro de tensão com STF, diz reportagem

Dallagnol defendia que "jornalista que vaza não comete crime", diz site

Associação de magistrados repudia fala de Moro de que é “comum” contato privado de juízes com procuradores

Moro vai ao Senado, responde perguntas por 10 horas, mas não confirma conversas com Dallagnol

Moro estaria preocupado com investigações sobre FHC, diz site

Em novo vazamento, Moro sugere que Lava Jato envie nota à imprensa contra “showzinho” de Lula

Corregedoria Nacional do MP instaura reclamação disciplinar e notifica Dallagnol

CNMP: Conselheiros pedem investigação de Dallagnol e força-tarefa da Lava Jato

Relator da Lava Jato no TRF-2 sofre tentativa de invasão de celular

Divulgação de conversas bombásticas envolvendo Lava Jato repercute no meio jurídico

Mensagens comprometedoras entre Moro e Dallagnol repercutem na mídia internacional

"Não tem nada ali", diz Moro sobre vazamento de mensagens

Após divulgação de conversas bombásticas, Lava Jato presta "esclarecimentos à sociedade"

Bombásticas revelações colocam Lava Jato e Sergio Moro em xeque

patrocínio

Bradesco VIVO

últimas quentes