sábado, 28 de maio de 2022

COLUNAS

  1. Home >
  2. Colunas >
  3. Investimentos Financeiros >
  4. 5 Erros financeiros que você precisa evitar no final do ano

5 Erros financeiros que você precisa evitar no final do ano

BTG Pactual

terça-feira, 14 de dezembro de 2021

Com a chegada de um novo ano, é comum traçar metas e objetivos. No entanto, para conseguir atingir seus propósitos, é necessário fazer um bom planejamento. Além disso, existem alguns erros financeiros que devem ser evitados.

Afinal, eles podem prejudicar o orçamento e desencadear problemas de endividamento. Nesse sentido, eles devem ser conhecidos por quem deseja ter um final de ano mais tranquilo e equilibrado financeiramente.

Pensando nisso, preparei este artigo para apresentar os 5 erros financeiros comuns no período de final de ano. Ainda, separei dicas para ajudar você a evitar esses problemas.

Continue a leitura e saiba mais!

Importância do planejamento financeiro

A falta de planejamento financeiro é um dos maiores vilões das finanças, especialmente no final do ano. Nessa época, é comum que surjam diversas contas e pagamentos de impostos, exigindo que você esteja preparado para as cobranças extras.

Logo, organizar e planejar as finanças é uma forma de ter sucesso e começar bem o próximo ano. Esse também hábito deve ser mantido ao longo dos meses, pois o controle do dinheiro ajuda a identificar desperdícios e oportunidades de economia.

Depois, o que sobrar do orçamento pode ser investido para realizar seus objetivos curto, médio e longo prazos. Assim, organização e planejamento tornam o processo mais fácil. Vale destacar que a estratégia ainda ajuda a evitar o endividamento e a ter mais segurança contra imprevistos.

5 Erros financeiros que devem ser evitados no final do ano

Depois de entender a importância do planejamento para manter a saúde financeira no fim do ano, vale conhecer os 5 principais erros que as pessoas cometem nessa época e saber como evitá-los.

Confira!

1. Gastar todo o décimo terceiro salário

Muitos trabalhadores aguardam ansiosamente pela chegada do décimo terceiro salário para gastar com supérfluos. Contudo, é importante guardar uma reserva, que pode ser utilizada para abater dívidas ou reduzir juros, por exemplo.

Outra possibilidade é poupar o montante e utilizá-lo para incrementar os investimentos, o que ajuda a alcançar seus objetivos mais rapidamente. Com a ajuda do BTG Pactual digital, onde você solicita sua abertura de conta em minutos, esta tarefa torna-se ainda mais fácil.

Logo, gastar todo o décimo terceiro salário sem planejamento é um dos principais erros do final do ano.

2. Fazer compras em excesso

Nessa época, as empresas costumam investir mais em publicidade e propaganda, gerando gatilhos para compras. Assim, quem não pesquisa preços antecipadamente ou não se planeja com atenção pode gastar mais do que o orçamento permite.

Para evitar gastos compulsivos e não ficar vulnerável às compras em excesso, a dica é pensar nos próprios objetivos e no que, de fato, você precisa adquirir. Ter uma lista de desejos, por exemplo, é uma boa maneira de se manter fiel às suas necessidades - mas sem exageros, combinado?

3. Parcelar no cartão de crédito

No momento de fazer as compras de natal e ano novo, evite usar o cartão de crédito e o parcelamento. Ao somar todos os gastos feitos nesse período, a fatura pode ficar mais elevada do que o planejamento financeiro permite.

Gastar mais do que você poderia e assumir compromissos no cartão de crédito aumenta os riscos de cair cheque especial. Essa atitude também tende a reduzir seu poder de consumo em um futuro não tão distante.

Dessa forma, além de se prevenir contra futuras dívidas, pagar as compras com dinheiro permite que você tente obter descontos. Isso porque muitas lojas preferem receber à vista e oferecem condições melhores aos clientes que realizam o pagamento em espécie.

4. Não pensar nas contas que chegam em janeiro

O início de um novo ano costuma representar a chegada de algumas contas, como IPVA (Imposto Sobre Propriedade de Veículo Automotor) e IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano). Esses gastos são recorrentes e, muitas vezes, têm vencimentos próximos.

Portanto, é essencial se programar para essas despesas. Quem tem filhos também precisa considerar os custos relacionados à matrícula, material escolar, uniforme, entre outros. Isso significa que, se você gastar em excesso, não terá condições de arcar com as responsabilidades do ano seguinte.

Preparar-se com antecedência para as despesas dessa época pode, ainda, garantir uma boa economia e evitar um grave problema financeiro para os próximos meses. Em alguns casos, o pagamento à vista pode significar uma boa redução dos valores.

5. Pagar caro para viajar em alta temporada

Se você planeja viajar no final do ano, tenha em mente que os pacotes em alta temporada são mais caros do que em outras épocas. Isso é resultado da grande procura por serviços de turismo nessa época do ano.

Para não ter gastos excessivos no período, evite viagens longas ou não planejadas. Optar pela baixa temporada também é uma dica que pode ajudar a economizar. Se isso não for possível, procure sempre planejar o passeio com bastante antecedência.

Assim, há chances de conseguir descontos ou preços mais acessíveis. Lembre-se de que, quanto mais próximo da data desejada, mais caros os serviços tendem a ficar.

Aprenda a evitar esses erros financeiros

Como você viu, consciência, planejamento e foco são palavras-chave quando o assunto é se prevenir em relação aos erros financeiros. Além disso, a educação financeira ajuda a tomar decisões mais conscientes, permitindo agir de acordo com as suas expectativas e necessidades.

Nesse sentido, uma forma de evitar esses erros é se planejar e ter disciplina para seguir seus objetivos, comprando o que é necessário sem extrapolar suas finanças pessoais. Também vale fugir das compras por impulso.

Para isso, analise se você realmente precisa fazer aquela aquisição. Outro ponto relevante é definir um valor máximo para gastar com as festas de final de ano. Uma dica para ajudar nessa tarefa é calcular quanto sobrará da sua renda após pagar as contas fixas.

Depois considere os gastos extras e defina o teto máximo para utilizar nas festividades. Aqui, trace uma meta realista e controle-se para não ultrapassar o valor do limite proposto. Ainda, vale fixar um limite para gastar com presentes, listando as principais pessoas que você presenteará.

Dessa forma, é possível saber qual valor poderá gastar com casa presente. E não se esqueça de evitar fazer dívidas com essas compras, pois o início do ano é um período com gastos mais elevados.

Agora você conhece os 5 principais erros financeiros que podem prejudicar o seu orçamento no final do ano. Evitar cometê-los é fundamental para manter as finanças em ordem mesmo em um período no qual os gastos tendem a ser maiores. Assim, você tem chance de iniciar cada ano com mais tranquilidade e folga no orçamento.

André Bona, educador financeiro.

______

Oferecimento BTG Pactual digital.

Atualizado em: 13/12/2021 17:35