sexta-feira, 17 de setembro de 2021

COLUNAS

  1. Home >
  2. Colunas >
  3. Kbytes de informação >
  4. Como inserir um vídeo em uma petição

Como inserir um vídeo em uma petição

segunda-feira, 11 de abril de 2016

No último artigo mostrei como criar um vídeo que mostre a dinâmica da tela do seu computador.

E se for necessário colar esse vídeo (ou qualquer outro vídeo) no corpo da peça?

É possível? Sim, é possível!

A minha recomendação, entretanto, é que, antes, você faça a remessa do vídeo (tecnicamente chama-se upload) para o Youtube.

Esse procedimento é facílimo. Basta abrir uma conta (gratuita) no site. Caso tenha dificuldade com isso, entretanto, o passo a passo deles é bastante intuitivo. Leia aqui.

Suponhamos, então, que após o upload do vídeo, o endereço do mesmo na internet passe a ser clique aqui: (o vídeo não é meu, mas assistam depois de ler este artigo. É hilário.)

Bem, depois disso você terá duas hipóteses para adicionar esse vídeo ao seu texto. Passo a expô-las:

Primeira hipótese - copiar o link no corpo da peça

A primeira hipótese é copiar e colar o endereço do vídeo no corpo da sua peça e pedir que o julgador clique e acesse o sítio do Youtube.

É a forma mais fácil para o advogado, mas se estivermos falando de processos físicos, talvez seja melhor gravar o vídeo em CD-ROM ou em um pendrive e anexá-lo à petição. Convenhamos que não há qualquer coisa de prático - para o julgador/leitor do texto - em digitar todo o endereço composto por inúmeras letras, números e símbolos de um link de Youtube.

Então, verdade seja dita, se o seu desejo é mostrar o vídeo, o melhor é facilitar a vida do julgador.

Se sua peça for física, anexe o vídeo em um meio físico, como pendrive ou CD-ROM.

Segunda hipótese - copie a imagem do vídeo para o corpo da peça (Recurso do MS-WORD)

Sugiro o uso dessa ferramenta apenas em peças digitais.

O passo a passo a seguir diz respeito ao MS-WORD.

Uma vez aberto o Word, selecione o local do texto onde o vídeo deverá ser exibido.

Depois disso vá à barra de ferramentas e escolha a opção INSERIR > VÍDEO ONLINE (veja abaixo):

O Word abrirá uma janela (que pode demorar um pouco para ser carregada) questionando onde está o vídeo que você deseja que seja anexado.

A partir daí você pode pesquisar um vídeo na internet; pode pesquisar um vídeo diretamente no Youtube; ou, se já possui o endereço do vídeo, poderá indicar o respectivo link.

No nosso caso, copiaremos e colaremos o link do vídeo-exemplo que foi enviado ao Youtube (veja imagem abaixo - seta azul):

Simples assim. O vídeo será inserido no corpo do texto, cabendo a você apenas dimensoná-lo da melhor forma.

Esta petição, com o vídeo inserido, poderá ser transformada PDF, sem problemas. Obviamente o vídeo somente será lido pelo destinatário caso ele disponha de conexão à internet.

Por prudência, contudo, recomendo que além da inserçao do vídeo em si, o usuário cole também no corpo do texto o endereço (link) do vídeo.

O motivo dessa prudência é simples: Pode ser que a pessoa a ler o arquivo possua um editor de texto incompatível com essa funcionalidade (algumas versões do BrOffice, por exemplo, não têm) ou, acaso o arquivo seja salvo em formato .pdf, o leitor do destinatário esteja desatualizado.

Por fim, mais um aviso: Quanto mais recursos possuir uma peça, maior será o tamanho do arquivo correspondente. Não abuse de vídeos, do contrário a petição poderá ultrapassar os limites de upload dos tribunais.

Forte @braço!

Atualizado em: 8/4/2016 12:33