sábado, 17 de abril de 2021

COLUNAS

Publicidade

Errare humanum est, perseverare autem diabolicum

terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

O leitor Adriano dos Santos Oliveira envia a seguinte mensagem ao Latinório:

"Prezado dr. Silvio, já vi e escutei a frase errare 'humanum' est e também errare 'humano' est. Qual é o correto em latim? Humanum ou humano? Desde já obrigado."

Envie sua dúvida


 

Errare humanum est, perseverare autem diabolicum


"Errar é humano, mas perseverar no erro é diabólico"

 

O provérbio é conhecidíssimo e muitíssimo empregado, com diversas variações, como, por exemplo, "humanum fuit errare, diabolicum est per animositatem in errore manere" (foi humano errar, mas é diabólico permanecer no erro por animosidade), atribuída a frase a Santo Agostinho, ou esta outra de São Bernardo: "Non humanum tamen sed diabolicum est in malo perseverare" (não é humano, contudo, mas diabólico, perseverar no mal; também, esta creditada ao Venerável Beda: "humanum est peccare, diabolicum vero perseverare" (pecar é humano, mas perseverar no pecado é verdadeiramente diabólico).

 

O leitor Adriano dos Santos Oliveira terá notado que, em todas as frases, sempre aparece "humanum".

 

"Humanum" é a forma neutra do adjetivo humanus, a, um.

"Errare" - verbo (no infinitivo) - é sujeito da frase e tem como predicativo "humanum", que, para concordar com o sujeito - que não pode ser nem feminino, nem masculino - terá de ser neutro.

Neutro significa "nem um nem outro", lembre-se.

"Errare humano est" não encontra explicação, neste contexto.

__________

Atualizado em: 13/2/2012 08:41