quinta-feira, 2 de julho de 2020

ISSN 1983-392X

Lauda Legal
Roberta Resende

"Ética"

quinta-feira, 13 de setembro de 2012


Ética







Editora:
Saraiva
Autor: Sérgio Sérvulo da Cunha
Páginas:
448










É bom o ponto de partida proposto para a obra: "São três os níveis em que ocorre o relacionamento de uma pessoa consigo mesma: o corpo, as emoções, a mente [razão, consciência] – todos eles interligados". Para as necessidades e deveres referentes ao corpo, o autor lembra que o sono, a fome ou a sede (ou seja, a natureza humana) fornecem ao indivíduo o caminho, o critério. Para as demais, é necessário que se eduque, que se prepare, pois não são decisões fáceis e envolvem mais do que simples preferências: alcançam também a noção de bem, de justiça. São as chamadas decisões éticas.

Para o autor, contudo, o substantivo ética deve ser reservado para designar o conhecimento ou estudo da moral. Assim, vai ensinar que a moral diz respeito não somente ao comportamento do indivíduo em relação aos demais, mas também em relação a ele mesmo; que nasce de um paradoxo, pois leva a agir contra as inclinações do corpo e contra o hábito; que deve alcançar inclusive as tradições, submetendo-as ao crivo da racionalidade.

É da natureza humana o desejo de sentir-se bem, sensação costumeiramente representada pelo vocábulo felicidade. Os indivíduos buscam-na conforme a sua "filosofia de vida", conjunto das crenças, regras, convicções que formam sua "visão de mundo". Atribuem sentido aos acontecimentos à sua volta conforme esse "manual" que compõem ao longo da vida.

Pois bem. O que a obra em tela busca ensinar, por meio de muita conversa, diversas referências culturais e outros tantos exemplos práticos, é que a moral [virtuosa] consistiria em viver conforme os fins inscritos na natureza humana. Importaria ao homem, portanto, de acordo com as lições apresentadas, perguntar, antes de suas decisões, não "o quê", nem "por quê", mas "para quê". A principal função da inteligência moral (e a finalidade da ética) seria, em suma, identificar o bem, a fim de que o indivíduo possa escolhê-lo.

Mas não se trata de operação intelectual, alerta o autor: envolve a experiência, a experimentação – ao indivíduo só é dado perceber o bem naquilo que provou e com o qual se identificou. Buscar o bem seria, ao mesmo tempo, exercício e autoconhecimento: "Ao buscar o bem, buscamo-nos a nós mesmos".

O título e a arte de capa reverberam a importância do conteúdo: ÉTICA. Simples assim. Em letras grandes. Sem subtítulos, apostos, explicações. Autojustificado.

__________

Ganhador :

Renato Guitarrari Milano, advogado em Ribeirão Preto/SP

__________

_________

Adquira já um exemplar :


__________

Roberta Resende

Roberta Resende, é formada pela faculdade de Direito do Largo de São Francisco/USP (Turma de 1995) e pós-graduada em Língua Portuguesa, com ênfase em Literatura.

Cadastre-se para receber o informativo gratuitamente

WhatsApp Telegram