quarta-feira, 14 de abril de 2021

MIGALHAS DE PESO

Publicidade

Como o advogado pode conhecer sobre o seu público-alvo e desenvolver ações mais assertivas

Juliane Sousa

A grande dúvida é: onde buscar essas informações? E mais ainda: como "raquear" a cabeça do nosso público?

sexta-feira, 17 de abril de 2020

t

Entender sobre o seu público é um dos primeiros passos para desenvolver estratégias para o seu negócio. Sem conhecê-los, é como atirar para todos os lados e depender da sorte. Informações sobre eles nos ajudam a desenvolver uma comunicação mais assertiva, estratégias mais eficazes, além de dar suporte para vencer as suas objeções. Mas, a grande dúvida é: onde buscar essas informações? E mais ainda: como "raquear" a cabeça do nosso público?

A primeira e a mais poderosa fonte é desenvolver uma pesquisa com ele. Através dela você pode descobrir informações que direcionarão toda a sua comunicação e estratégia, que virá a seguir. Para fazer esta pesquisa, você pode utilizar uma ferramenta gratuita do Google, chamada Google Formulário. Nela você pode desenvolver a sua pesquisa e mandar para seus clientes ou prospects por meio de um link. Assim que eles responderem, você terá vários dados e informações diretamente na sua conta na ferramenta. Porém, não existe um único caminho.

Pistas sobre o interesse das pessoas, o que elas pensam, o que querem, suas objeções, as conversas do momento. Tudo isto você pode encontrar na internet. Só para você ter uma ideia, a internet é um banco de intenções humanas. Tudo que as pessoas querem saber sobre determinado produto, serviço, profissional, assunto, tema, entre outros, elas recorrem ao maior buscador do mundo, o Google.

Desta forma, podemos dizer que o Google funciona como uma extensão do nosso cérebro. É o reflexo das nossas intenções, desejos e necessidades. No que concerne às redes sociais, as conversas que se desenvolvem dentro delas é um reflexo do que acontece fora dela. Um exemplo disso são os grupos criados no Facebook, relacionados a temas específicos, como o interesse crescente de pessoas que querem se mudar para Portugal. Diante da atual conjuntura no qual o país se encontra e a demanda crescente pelo assunto, é fácil verificar o reflexo do fato nas conversas dentro da rede.

Isto significa que tanto o Google quanto as redes sociais possuem uma valiosa fonte de informações sobre as pessoas. Para ficar mais claro, pense o seguinte: toda a ação que os usuários tomam na internet como, clicar em um anúncio, clicar no site, assistir um vídeo, realizar uma busca e assim por diante, parte de uma intenção, ou seja, sua demanda.

O que as pessoas buscam são respostas para seus problemas, e o que o buscador faz é organizar essas respostas.

  • Como usar?
  • Quanto custa?
  • Como fazer?
  • O que é?
  • Como resolver?
  • Como chegar?
  • Onde comprar?

E assim por diante...

O problema é que a internet é um mundo, e muitos destes dados estão dispersos dentro dela. A tarefa mais difícil é compilá-los e interpretá-los. Para te ajudar nesta tarefa, vou citar aqui algumas fontes de informações valiosas que você pode utilizar a partir de hoje para entender melhor o seu público e desenvolver conteúdo e ações muito mais assertivas para o seu negócio. Lembrando que nada substitui uma boa pesquisa direta com o seu público- alvo.

Algumas destas valiosas fontes são:

  • Yahoo respostas: é um site de perguntas e respostas, onde as pessoas colocam as dúvidas que elas possuem, referentes a diversos assuntos de diferentes áreas. Vale a pena buscar dúvidas de usuários por lá, referentes ao seu tema.
  • Google Trends: é uma ferramenta gratuita do Google, que permite acompanhar a evolução do número de buscas por uma determinada palavra-chave, ao longo do tempo. A ferramenta apresenta gráficos com a frequência em que um termo particular é procurado, em várias regiões do mundo.
  • Youtube: as pessoas consomem cada vez mais vídeos e o YouTube é uma valiosa fonte de informação onde as pessoas vão buscar conteúdos de acordo com os seus interesses. Verifique sobre os vídeos mais buscados relacionados à sua área, além de trazer informações sobre o que as pessoas se interessam dentro do tema abordado, pode também te dar ideias de conteúdo.
  • Autocomplete do Google: você já deve ter percebido que quando está digitando uma palavra na caixa de busca do Google, ele sugere uma frase ou a próxima palavra a ser completada. Isto nada mais é do que o Google te mostrando as principais buscas realizadas pelos internautas de acordo com a pesquisa relacionada. Estas informações ajudam você a entender sobre o que as pessoas se interessam, o que elas buscam e quais suas dúvidas. 
  • Artigos que aparecem na primeira página do Google: ao digitar uma palavra-chave ou tópico na pesquisa do Google, verifique quais artigos aparecem na primeira página, lembre-se de ignorar os anúncios. Abra cada um deles e tente entender sobre o porquê eles estão na primeira página. Que conteúdo interessante eles abordam e que estratégias foram utilizadas.
  • Outra fonte valiosa de informação é o Reclame Aqui: você pode procurar por reclamações relacionadas à sua área e estudar possíveis objeções, trabalhando a sua comunicação de forma mais assertiva.
  • Páginas do concorrente no Facebook: as páginas da rede social do concorrente podem trazer informações como dúvidas das pessoas, reclamações, sugestões, interações, que com certeza irão te ajudar na sua estratégia.
  • Ubbersuggest: está é uma ferramenta poderosa de pesquisa e análise de palavras-chave. Ela ajuda você a descobrir quais são os termos relacionados ao seu negócio e quais palavras-chave que mais despertam a atenção dos usuários. Além destas informações ela também traz o volume de buscas/mês, interesse pela keyword ao longo do ano, estimativa de custo no uso em links patrocinados, sugestões adicionais de palavras-chave, termos relacionados, volume de busca na internet, além de outros dados.

Estas são apenas algumas fontes de informações que você pode utilizar e começar a ter melhores resultados, direcionando suas ações.

_________

*Juliane Sousa é especialista em Marketing. Mestre em Administração Pública. Professora de Marketing e Marketing Jurídico no CEPED UERJ.

Atualizado em: 17/4/2020 11:07

AUTORES MIGALHAS

Busque pelo nome ou parte do nome do autor para encontrar publicações no Portal Migalhas.

Busca

Publicidade