domingo, 11 de abril de 2021

MIGALHAS DE PESO

Publicidade

O Poder Judiciário na Era Digital: Da transformação do judiciário consequente da pandemia do covid-19

Os benefícios emergenciais podem ser solicitados por meio de aplicativo. Ainda que haja muitos problemas técnicos devido ao excesso de demanda, o Poder Público abraçou o desenvolvimento tecnológico.

quinta-feira, 14 de maio de 2020

t

Como forma de adaptar o seu funcionamento ao isolamento social causado pelo Covid 19, o Poder Judiciário Federal e Estadual tem buscado soluções para manter o seu funcionamento e garantir a prestação do serviço jurisdicional no novo contexto social.

Nesse sentido, audiências e julgamentos virtuais no Supremo Tribunal de Justiça e Supremo Tribunal Federal, Justiça Federal da 3ª Região (São Paulo) e pelo Poder Judiciário do Estado de São Paulo, as quais observam a recomendação da OMS de isolamento social, agilizam os andamentos processuais e estabelecem instrumentos de conciliação entre os envolvidos.

Tribunal de Justiça de São Paulo:  A Corregedoria Geral de Justiça de São Paulo, prevendo o aumento da demanda judicial, publicou o Provimento nº 11/2020 do qual é objeto a criação de um projeto piloto de conciliação e mediação pré processual para disputas empresariais decorrentes do Covid 19.

Trata-se de uma forma de auto composição, cujo acordo será homologado judicialmente detendo força de título executivo judicial, nos termos do Código de Processo Civil.

Tribunal Regional Federal da 3ª Região: foi criada uma plataforma interinstitucional de conciliação para solucionar conflitos decorrentes do Covid 19, por intermédio do Tribunal, podendo ser realizada audiência por vídeo conferência. A plataforma será administrada pelo Gabinete de Conciliação. Em 27.4.2020, foi realizada a primeira audiência de conciliação virtual, na qual foi celebrado acordo entre as partes.

Desde o início do isolamento social, o STJ e o STF vêm realizando julgamentos virtuais, garantindo que processos sejam julgados.

Com a pandemia do Covid 19, não apenas o Poder Judiciário vem abraçando os recursos tecnológicos, além da digitalização de processos e documentos, ao realizar audiências digitais. O Poder Executivo também abraçou a era digital ao realizar sessões virtuais.

A legislação pós Covid 19 também permitiu que a sociedade e os empresários se beneficiassem da evolução tecnológica, ao permitir a realização das assembleias gerais de sócios virtuais, conforme determinado na MP nº 931/2020.

A tecnologia até então explorada apenas pela iniciativa particular, hoje, está sendo utilizada pelo Poder Público para solucionar parte dos problemas causados pelo isolamento social e pelo Covid 19.

Em entrevista coletiva realizada no último dia 6, o Governador do Estado de São Paulo, João Dória, anunciou que parte dos serviços prestados pelo poupa tempo, também passarão a ser prestados por meio de aplicativo.

Os benefícios emergenciais também podem ser solicitados por meio de aplicativo. Ainda que haja muitos problemas técnicos devido ao excesso de demanda, é claro que o Poder Público abraçou o desenvolvimento tecnológico! Estamos atentos às atualizações normativas do Governo Federal e do Governo Estadual, para sempre manter nossos clientes informados e ajudá-los da melhor maneira possível.

_______________

*Liliane Saito é do escritório Azevedo Neto Advogados.

t

Atualizado em: 14/5/2020 15:18

AUTORES MIGALHAS

Busque pelo nome ou parte do nome do autor para encontrar publicações no Portal Migalhas.

Busca

Publicidade