quinta-feira, 22 de abril de 2021

MIGALHAS DE PESO

Publicidade

Especialista debate os impactos do home office na advocacia

O SAJ ADV - Software Jurídico convidou a advogada Carolina Vasconcelas, idealizadora do Advogável Mundo Novo e adepta do escritório digital há 3 anos, para conversar sobre o momento e sobre boas práticas de home office.

quarta-feira, 20 de maio de 2020

t

A crise gerada pelo covid-19, popularmente chamado apenas de coronavírus, pegou a todos desprevenidos. E exigiu, assim, adequações, sobretudo nas relações de trabalho. Não foi diferente para a advocacia, muito embora o trabalho home office e a tendência do escritório digital já fosse discutida nos meios de advogados e advogadas. Contudo, para aqueles que ainda não estavam preparados para esse modelo de negócio, a mudança foi maior. E tem demandado, diariamente, não apenas a adequação a meios tecnológicos, mas também o desenvolvimento de novas habilidades.

Por essa razão, o SAJ ADV - Software Jurídico convidou a advogada Carolina Vasconcelas, idealizadora do Advogável Mundo Novo e adepta do escritório digital há 3 anos, para conversar sobre o momento e sobre boas práticas de home office.

Para ver o vídeo completo, acesse o link do webinar "Seu Escritório na Nuvem e Você em Segurança".

Como lidar com os prazos processuais no home office

Um dos primeiros pontos discutidos no debate é acerca dos prazos processuais no home office. Afinal, segundo a resolução 313 de 2020 do CNJ, todos os prazos processuais (de processos físicos e digitais) estão suspensos até o dia 30 de abril. No entanto, como a advogada Carolina Vasconcelos deixa claro, isto não significa processos parados.

De fato, a suspensão dos prazos não significa um "novo recesso", mas tão somente o alargamento dos prazos para as partes. Ou seja, o judiciário continua operando, ainda que em regime de plantão. E isto significa processos sendo movimentados, inclusive com possíveis intimações, cujos prazos começaram a correr depois do dia 30 de abril.

Portanto, é importante que os profissionais continuem atentos aos andamentos dos seus processos, inclusive sob o risco de serem engolidos pela avalanche de prazos após o fim da suspensão.

Para isso, contar com um software jurídico que capture andamentos e intimações é essencial. Assim, os advogados e advogadas podem continuar seu trabalho, seja atendendo novas demandas ou se antecipando para o que virá posteriormente.

Dicas para contornar a crise financeira e os problemas de atendimento

Além dos riscos à saúde, algo que vem preocupando muitos profissionais da advocacia é a o reflexo da crise econômica em suas atividades. Afinal, sua principal forma de remuneração é através dos honorários contratuais, embora a expedição de alvarás - para os honorários sucumbenciais - esteja acontecendo.

Infelizmente, não se pode negar que isto trará impactos aos advogados e advogadas. Contudo, a inadimplência já é um dos grandes obstáculos de quem opta por seguir pela carreira. E as dicas a serem aplicadas neste momento são as mesmas para qualquer momento.

Primeiro, é preciso manter o atendimento. O impedimento de contato físico não significa não entrar em contato com clientes antigos ou novos. Além das ferramentas de comunicação habituais, como e-mail, telefone e WhatsApp, as ferramentas de videoconferência tornaram-se importantes instrumentos do momento. Até mesmo o próprio WhatsApp pode ser utilizado nesse período.

Segundo, dialogar é fundamental. Honorários contratuais podem ser discutidos, inclusive em sua forma de pagamento. Pense em possibilidades de parcelamento, desconto à vista, etc.

Por fim, é importante estar atento às demandas insurgentes. O Direito continua a ser demandado e novas situações aparecerão no judiciário. Portanto, advogados e advogadas prevenidos estarão à frente de sua concorrência - o que consequentemente também impacta em seus números.

As melhores práticas de home office para a advocacia

Se você não trabalha de home office, ainda, provavelmente teve que mudar um pouco da sua rotina. O benefício da advocacia, entretanto, é que a profissão já permitia esse formato de trabalho, ainda que não fosse o convencional.

O início pode ser mais difícil, pois toda mudança é. Isto não significa, contudo, que a experiência não será positiva. Como a advogada Carolina Vasconcelos comenta, ela se encontrou nesse formato de advogar. 

Se antes você precisava ir ao escritório para sentir que estava em seu ambiente de trabalho, agora o seu escritório pode ir até você. Ao abrir um software jurídico como o SAJ ADV, você tem acesso às tarefas e compromissos do dia, bem como às intimações e andamentos do seu processo. A partir disso, então, pode definir as tarefas do dia - automaticamente criadas com o uso de inteligência artificial - como, por exemplo, atender seus clientes ou fazer uma peça processual com um propositor de documentos.

Para conhecer essas ferramentas, faça um teste gratuito do SAJ ADV!

Além disso, você pode unir os benefícios de um software jurídico em nuvem a métodos de aumento de produtividade como o kanban e o pomodoro.

Depois de tudo isso, talvez a advocacia home office não seja apenas uma solução paliativa, mas a sua escolha de vida!

Confira o conteúdo integral do webinar clicando aqui

Quer ficar por dentro das novidades sobre Software Jurídico? Faça seu cadastro e receba os materiais exclusivos do SAJ ADV em seu e-mail

t

_________

*Athena Bastos é mestra em Direito e analista de conteúdo do SAJ ADV - Software Jurídico.

Atualizado em: 20/5/2020 12:06

AUTORES MIGALHAS

Busque pelo nome ou parte do nome do autor para encontrar publicações no Portal Migalhas.

Busca

Publicidade