MIGALHAS DE PESO

  1. Home >
  2. De Peso >
  3. Migalhas de peso >
  4. O que o exportador brasileiro não sabe ou não acredita sobre o comprador americano

O que o exportador brasileiro não sabe ou não acredita sobre o comprador americano

Comportamento cultural e exigências do comprador americano.

terça-feira, 28 de março de 2023

Atualizado às 14:58

O sonho de qualquer exportador brasileiro é exportar para os Estados Unidos.

Muitos exportadores brasileiros, exportam para o Mercosul, Europa ou África; mas nunca exportaram para os States.

Muitos já exportam para o mercado americano. Mas desconhecem ou não acreditam em alguns comportamentos, quase que sagrados, dos compradores americanos que comprometem o sucesso desses exportadores no mercado mais competitivo do mundo.

Vamos à alguns pontos que carrega o tema dessa matéria.

O mercado americano é altamente competitivo. A competição aqui é predadora.  Os compradores americanos são exigentes em termos de qualidade, preço e prazos de entrega.

O comprador americano valoriza a pontualidade na entrega e espera que os produtos sejam entregues dentro do prazo acordado. A saber, o prazo de entrega tem sido um ponto que tem derrubado muito mais exportadores do que a imprensa brasileira comenta ou você sabe! Acredite!

É importante que os exportadores brasileiros conheçam bem os seus produtos e/ou serviços sendo capazes de fornecer um alto padrão de qualidade, entregando o que prometem!

Os compradores americanos tendem a valorizar a comunicação clara e transparente. Seja a sua palavra sim sim não não, nunca a falta de reposta típica dos brasileiros!

É importante que os exportadores brasileiros sejam capazes de se comunicar de maneira direta e precisa em inglês, além de fornecer informações detalhadas sobre os produtos e os seviços oferecidos.

Se o exportador não fala inglês, busque o mercado hispano dentro dos EUA que também é gigantesco e satisfaz a maioria dos exportadores brasileiros.

Os compradores americanos possuem diferentes expectativas em relação ao atendimento ao cliente. De um modo geral, eles esperam um serviço rápido,  eficiente, recebendo o prometido, bem como suporte técnico e assistência pós-venda.

A cultura empresarial americana é orientada para resultados, e os compradores podem ser mais propensos a fechar negócios com empresas que apresentam um histórico comprovado de sucesso no mercado americano, não no brasileiro! Isso é fato! É o famoso quem? Acho que você já escutou essa fala!

Eles tendem a confiar mais em empresas que têm uma presença significativa no mercado, incluso com escritório de representação ou não dentro dos Estados Unidos. Ou seja, que tenham um ponto de contato em qualquer um dos 50 estados!

O mercado americano é altamente regulamentado. E os exportadores brasileiros precisam estar cientes das leis e regulamentos aplicáveis ao segmento desejado, incluindo questões relacionadas a importação, impostos e proteção do consumidor. Aprenda a trabalhar com seguros!

Os compradores americanos podem ter preferências regionais em relação a produtos e fornecedores. É importante que os exportadores brasileiros entendam as diferenças regionais nos Estados Unidos e estejam preparados para adaptar seus produtos e estratégias de vendas de acordo.

A diversidade cultural dos Estados Unidos que aumenta dia a dia, pode afetar as expectativas e preferências dos compradores. Os exportadores brasileiros precisam estar cientes das diferenças culturais e estar preparados para adaptar sua abordagem.

O comprador americano valoriza a qualidade do produto e o serviço ao cliente acima de tudo. Eles esperam receber produtos e serviços de alta qualidade e estão dispostos a pagar mais por isso.

Os compradores americanos são muito avessos ao risco e tendem a seguir padrões e normas de segurança rigorosos. As empresas que não cumprem esses padrões podem ter dificuldades em encontrar compradores nos Estados Unidos. Mais uma vez, aprendam a trabalhar com seguros!

O comprador americano está muito acostumado a preços competitivos e tende a pesquisar e comparar preços antes de tomar uma decisão de compra.

Como o título sugere, o exportador brasileiro não sabe ou não acredita o mencionado acima.

Cabe à ele decidir se o escrito é verdade ou não.

Richard W. Sanchez

VIP Richard W. Sanchez

Brasileiro Consultor Empresarial EUA. MKT e Vendas. Palestrante. Blogger. YouTuber.

AUTORES MIGALHAS

Busque pelo nome ou parte do nome do autor para encontrar publicações no Portal Migalhas.

Busca