Segunda-feira, 27 de janeiro de 2020 Cadastre-se

ISSN 1983-392X

Baú migalheiro

segunda-feira, 9 de março de 2015


Há 427 anos, no dia 9 de março de 1588, D. João III criava o Tribunal de Relações para o Estado do Brasil, que não chegou a ser instalado, como devera, em Salvador, pelos motivos assim relatados por Frei Vicente do Salvador:

"Sabendo Sua Magestade da morte do governador Manoel Teles Barreto, mandou em seu lugar Francisco Giraldes, filho de Lucas Giraldes, que, no livro II, capítulo VI, dissemos ser senhor dos Ilhéus e, se chegara ao Brasil, alguma cousa importava no bem daquela capitania ; mas por demandar a costa mais cedo do que convinha e as águas do Paraíba para trás correrem muito para as Antilhas, arribou a elas e delas tornou para o Reino, onde morreu sem estar neste governo. Com ele vinha Casa da Relação, que era para o Brasil cousa nova naquele tempo ; mas também quis Deus que não chegassem senão quatro ou cinco desembargadores, que vinham em outros navios, dos quais um serviu de Ouvidor-geral, outro de Provedor-mor dos defuntos e ausentes, e por não vir o chanceler e mais colegas se não armou o Tribunal, nem El-Rei se curou então disso, senão só de mandar governador, que foi D. Francisco de Souza, o qual chegou no ano de 1591, em domingo da Santíssima Trindade."

Somente em 1609 foi deliberada a instalação do Tribunal.