segunda-feira, 19 de abril de 2021

PÍLULAS

Publicidade

A grande família

O disputado papel de Agostinho Carrara

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2019

O governo Bolsonaro tem se apresentado ao público como "A grande família"... aquela série da Globo estrelada por Marco Nanini e Marieta Severo. E, pelo que temos visto, há várias pessoas disputando o papel do desajeitado Agostinho Carrara, que na ficção é representado por Pedro Cardoso. 

t

Bilhete azul

No último episódio da série, vemos o "Agostinho" da vez, o ministro Bebianno, querendo se livrar do problema dos candidatos que receberam dinheiro do fundo partidário (ele era o presidente do partido), mas não pediram votos, numa aparente jogada ensaiada (para ficarmos em bons termos). Tentando ser protegido, diz que falou com Bolsonaro pai. Este, por seu turno, soltou o cachorro (o pit bull) e o jogou aos leões ("não falou comigo, é mentira"). De modo que, esse Agostinho já era: vai pegar seu táxi e rodar em outra freguesia. 

Sem luz

Na coluna de Mônica Bergamo, o advogado Sergio Bermudes, em tom áspero, diz que Bolsonaro será muito ingrato se demitir Bebianno. O obscuro ministro, que é também advogado, já integrou o escritório de Bermudes. Aliás, sobre Bebianno, o ex-chefe já tinha dado referências: "não é nenhum iluminado no Direito, mas é uma pessoa correta.

Abra seu coração...

Também na Folha há ótima análise de Bruno Boghossian lembrando que Bebianno conhece como poucos os segredos da campanha. Se sair atirando...

Atualizado em: 14/2/2019 10:28