sábado, 8 de maio de 2021

MIGALHAS QUENTES

Publicidade

Toma posse nova diretoria da Amaerj

A Associação dos Magistrados do Estado do Rio de Janeiro (Amaerj) está sob nova direção. Tomaram posse ontem, 19/1, para o biênio 2010/2011, o desembargador Antonio Cesar Rocha Antunes de Siqueira, como presidente da Diretoria Executiva; e os juízes Luiz Roberto Ayoub, Antonio de Toledo Gaspar e Marcia Cunha Silva de Carvalho como, respectivamente, 1º e 2º vices-presidentes e secretária Geral.

quarta-feira, 20 de janeiro de 2010


Cerimônia

Toma posse nova diretoria da Amaerj


O novo presidente da Amaerj, des. Antonio Siqueira (centro), toma posse no Órgão Especial do TJ/RJ.

A Associação dos Magistrados do Estado do Rio de Janeiro - Amaerj - está sob nova direção. Tomaram posse ontem, 19/1, para o biênio 2010/2011, o desembargador Antonio Cesar Rocha Antunes de Siqueira, como presidente da Diretoria Executiva; e os juízes Luiz Roberto Ayoub, Antonio de Toledo Gaspar e Marcia Cunha Silva de Carvalho como, respectivamente, 1º e 2º vices-presidentes e secretária Geral. Também foram empossados os membros do Conselho Deliberativo e Fiscal, dos Departamentos Estatutários e de Desenvolvimento, além da Tesouraria e Regionais. Após o evento, que aconteceu no plenário do Órgão Especial do TJ/RJ, a Amaerj promoveu a sua tradicional festa de confraternização no Forte de Copacabana.

A cerimônia foi aberta pelo desembargador Roberto Felinto, ex-presidente da Amaerj, que chamou o novo presidente, o desembargador Antonio Siqueira, para a assinatura do termo de posse. Em seu discurso de despedida, ele agradeceu aos ex-colegas da diretoria da associação e associados, que ajudaram a eleger o "Tonico", como é carinhosamente chamado pela classe, que teve uma vitória avassaladora.

Já empossado, o novo presidente da Amaerj agradeceu a todos que se empenharam por sua vitória, em especial, aos pais, a esposa Valéria e aos filhos João e Mariana, e também ao desembargador Humberto Mannes, ex-presidente do TJ/RJ, que lhe ensinou a entender melhor o Direito e os homens. Ao desembargador Roberto Felinto, um outro agradecimento por ter acreditado que o seu nome seria o certo para representar a Magistratura Estadual.

"Magistrado há 22 anos e oito dias, continuo a acreditar na nossa magistratura que tem uma função 'quase divina' de julgar as ações dos homens. E que, para isto, necessita não de privilégios, como alguns pensam, mas de condições mais adequadas para exercê-la, com salários mais dignos, meios adequados de trabalho, bons servidores e moderna tecnologia", afirmou Siqueira.

O desembargador também fez um pequeno apelo ao governador Sergio Cabral e aos representantes da Alerj. Ao primeiro, que continue vendo o TJ/RJ como um parceiro e, ao segundo, que aprecie com atenção os projetos que visam à melhoria do trabalho dos magistrados. Ele destacou ainda o presidente do TJ/RJ, desembargador Luiz Zveiter, como sendo o responsável pela volta da alegria ao TJ pelo seu desempenho e maestria na condução das tarefas desenvolvidas na Casa e pelo apoio à Amaerj.

A Magistratura como ideal

O desembargador Antonio Siqueira é professor da Escola da Magistratura do Estado do Rio e mestre em Direito Civil. Tornou-se bacharel em Direito, em 1980, pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro, ingressando na Magistratura Estadual em 11 de janeiro de 1988, por concurso público. Foi promovido para juiz de Direito de 2ª Entrância em setembro do mesmo ano. Em 30 de setembro de 1994 foi promovido, também por merecimento, para juiz de Direito de Entrância Especial. Atuou como titular das 8ª vara Cível e 4ª vara de Órfãos e Sucessões, ambas da capital, e da 1ª vara Cível de Santa Cruz. Foi empossado no cargo de desembargador em 09 de setembro de 2002 e designado para integrar, em 2004, a 1ª Câmara Cível. Atualmente é membro efetivo da 5ª Câmara Cível do TJ/RJ. Ele também advogou antes de entrar na carreira, escolhendo a Magistratura 'por puro idealismo'.

As eleições para a nova diretoria da Amaerj aconteceram em 16 de novembro do ano passado, quando o desembargador Antonio Siqueira disputou o cargo com o também desembargador Rogério de Oliveira Souza, vencendo com mais de dois terços dos votos. A sua proposta é de congregar a magistratura, descobrindo o que a classe realmente quer e necessita, com a retomada do processo associativo e conseqüente fortalecimento dos laços institucionais.

Nova Diretoria

Além do presidente, 1º e 2º vices e secretária geral, compõem a nova diretoria: 1º secretário - Cristiane Cantisano Martins; 2º secretário - Daniela Bandeira Freitas; 1º tesoureiro Ricardo Alberto Pereira; 2º tesoureiro - Myrian Medeiros da Fonseca Costa; Conselho Deliberativo e Fiscal - presidente - Humberto de Mendonça Manes; vice-presidente - Estênio Cantarino Cardozo; secretário - Maria Paula Gouvêa Galhardo; Membros Efetivos - Carlos Azeredo de Araújo; Sérgio de Saeta Moraes, Ana Carolina Fucks Palheiro, Antonio Aurélio Abi-Ramia Duarte; Luiz Umpierre de Mello Serra; José Roberto Compasso; Ana Maria Pereira de Oliveira; Carlos Eduardo Iglesias Diniz; Membros Suplentes - Mauro Pereira Martins; Paulo Roberto Campos Fragoso; Andréa Mauro G. L. D'eça de Oliveira; Fernanda Galliza do Amaral; Leonardo Grandmasson; Departamentos Estatutários - diretor do Departamento Cultural - Marco Aurélio Bezzera de Melo; diretora do Departamento de Comunicacão e Social Kátia Torres; diretor do Departamento de Assistência e Previdência Octávio Chagas de Araújo Teixeira; diretor do Departamento de Informática e Modernização Carlos Eduardo Freire Roboredo; diretor do Departamento de Esportes Carlos Eduardo C. de Figueiredo; diretor da Colônia de Férias de São Pedro D'Aldeira José Gandur H. Barucke; e o diretor da sede de Vargem Grande Sérgio Luiz Ribeiro de Souza.

Participaram da solenidade de posse da nova diretoria da Amaerj o secretário da Casa Civil, representando o governador Sergio Cabral, Régis Velasco Fichtner, o ministro Luis Fux, do STJ, o vice-governador Luiz Fernando Pezão; Nelson Thomas Braga, do CNJ; Luis Antonio Guaraná, representando o prefeito Eduardo Paes; o presidente do Tribunal Regional Eleitoral, o desembargador Nametala Machado Jorge; o presidente da AMB, Claudio Luiz Braga Dell'Orto; e os 1º e 3º vices-presidentes do TJ/RJ, Antonio Eduardo Ferreira Duarte e Valéria Maron, entre outras autoridades.

_______________________

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 20/1/2010 16:09

LEIA MAIS