Migalhas

Quinta-feira, 2 de abril de 2020

ISSN 1983-392X

Efeméride - Dia Nacional pelo Direito à Vida

Comemora-se hoje o Dia Nacional pelo Direito à Vida, data oficializada por Dom Aloysio José Penna, presidente do Setor Família e Vida da CNBB, em 1983.

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Dia Nacional pelo Direito à Vida

Comemora-se hoje o Dia Nacional pelo Direito à Vida, data oficializada por Dom Aloysio José Penna, presidente do Setor Família e Vida da CNBB, em 1983.

  • Leia abaixo o texto do Movimento em Defesa da Vida sobre a efeméride.

______________

O Movimento em Defesa da Vida (MDV) de Porto Alegre teve início em 1981, por sugestão da CNBB que, em 1980 reuniu, na cidade de São Paulo, uma Comissão de Emergência em Defesa da Vida, composta por líderes de Movimentos Familiares de diversas cidades do Brasil. Essa comissão foi solicitada a organizar-se em vista de propostas pela legalização do aborto que, naquele ano, estavam sendo feitas por diversos deputados, por campanhas subliminares e por debates nos Meios de Comunicação Social.

Formada a primeira Comissão em Porto Alegre, foram definidos os objetivos do Movimento em Defesa da Vida : trata-se de um movimento civil, de caráter educativo e social, sem fins lucrativos, que visa conscientizar o povo sobre o respeito à vida humana desde a concepção até a morte natural.

O MDV surgiu na Igreja Católica com um grupo de voluntários leigos, mas incorporou todas as pessoas que lutam pelos direitos humanos, independentemente de credo religioso, por tratar-se de Direito fundamental do Ser Humano : O DIREITO À VIDA.

Em 1980, dizia o filósofo Júlio Marfas que, a colocação religiosa do problema é um "algo mais" nesta discussão, mas no diálogo com o mundo pluralista, todo embasamento deve ser feito a partir da constatação científica de que a VIDA humana tem início muito nítido no momento da concepção.

A luta pelos Direitos da Pessoa Humana é mais atual do que nunca. Enquanto os poderosos proclamam o "fim da História", as violações contínuas aos direitos mais básicos da maioria clamam por uma nova civilização, fundada na comunhão e na participação. A violência se concentra sobre os mais indefesos, dentre os quais as crianças no ventre materno são as primeiras.

A fim de viabilizar campanhas com o enfoque positivo, isto é, A DEFESA DA VIDA, ao invés de ficar atrelado exclusivamente às propostas de legalização ou não de uma prática, mas que seja uma luta em defesa do Ser Humano, o MDV lançou em 1983, O DIA PELO DIREITO À VIDA em 08 de Outubro.

Este dia foi escolhido por anteceder o Dia da Criança, incentivando a lembrança das crianças ainda não nascidas. Também teve peso na escolha deste dia, o fato de que os grupos anti-vida estavam lançando o dia pela descriminalização do aborto no Brasil no final do mês de setembro (fato este com repercussão muito maior atualmente). Por estas razões, o tema da campanha de 1983 foi : NÃO AO ABORTO, SIM À VIDA.

Em novembro de 1999, a CNBB oficializou o dia 08 de Outubro como Dia Nacional pela Vida, por meio de declaração do Dom Aloysio José Penna – presidente do Setor Família e Vida da CNBB.

Portanto, conclamamos a todos para que nossa opinião transforme-se em nossa convicção. E esta se adquire pelo estudo sistemático das questões propostas.

Ser agente em defesa da vida não é prerrogativa exclusiva daqueles engajados em movimentos pela VIDA, mas de todos aqueles que acreditam na Vida como um Direito Humano.

___________________
_______________

Fonte : MDV

___________________

informativo de hoje

patrocínio

Advertisement

últimas quentes

-