terça-feira, 20 de abril de 2021

MIGALHAS QUENTES

Publicidade

TJ/SP participa de solenidade militar de troca de comandantes aéreos

O desembargador Armando Sérgio Prado de Toledo, representando o presidente do TJ/SP Antonio Carlos Viana Santos, participou da solenidade de passagem de comando da Base Aérea de São Paulo (BASP) e do 4º Esquadrão de Transporte Aéreo (4º ETA). A cerimônia foi realizada no último dia 21/1, na Base Aérea, em Guarulhos.

segunda-feira, 24 de janeiro de 2011


Passagem de comando

TJ/SP participa de solenidade militar de troca de comandantes aéreos

O desembargador Armando Sérgio Prado de Toledo, representando o presidente do TJ/SP Antonio Carlos Viana Santos, participou da solenidade de passagem de comando da Base Aérea de São Paulo (BASP) e do 4º Esquadrão de Transporte Aéreo (4º ETA). A cerimônia foi realizada no último dia 21/1, na Base Aérea, em Guarulhos.

O comando da BASP foi passado do coronel Celso de Araújo ao tenente coronel da aviação Antonino José Frigini Júnior; a do 4º ETA passou do tenente coronel da aviação Edson Fernando da Costa Guimarães ao tenente coronel da aviação José Ricardo de Meneses Rocha. Os comandos são trocados a cada dois anos.

Em suas palavras de despedida, o coronel Guimarães, que comandou o 4º ETA no último biênio, disse que não imaginava os desafios que viriam quando assumiu o cargo. Ele citou fatos que marcaram seu trabalho nos dois anos de atividade. O último, também no último dia 2010, foi quando a tripulação decolou de madrugada para buscar um fígado para ser transplantado. A equipe ao finalizar o trabalho passou uma mensagem para o comandante via celular com os dizeres : "para fechar o ano com chave de ouro, mais uma vida foi salva. Missão cumprida!"

Ao se despedir o coronel Celso mencionou em seu discurso que "no decorrer de nossas vidas, somos protagonistas de muitas mudanças, que se caracterizam por constantes inícios e fins de processos, onde convivemos com os êxitos e alguns fracassos, decorrentes de nossos atos e ações", declarou.

O major brigadeiro do ar Paulo Roberto Pertusi, comandante do IV Comando Aéreo Regional (IC COMAR) ressaltou que nada é mais gratificante que o dever cumprido. Ele elogiou os dois comandantes (Guimarães e Celso) pelos trabalhos realizados. "Exercido com garra, eficiência e dinamismo".

Da solenidade, participaram também os desembargadores Celso Luiz Limongi, Walter da Silva e o juiz diretor do fórum de Guarulhos, Régis de Castilho Barbosa.

Um pouco de história

Após o advento da criação do Ministério da Aeronáutica, em 20 de janeiro de 1941, as bases foram reorganizadas e receberam novas denominações. As organizações, até então, pertenciam ao exército e a marinha.

Em maio de 1941 foi criado o 2º Corpo de Base Aérea, com sede no Campo de Marte, em São Paulo. A partir de agosto de 1944, o 2º Corpo passou a se denominar Base Aérea de São Paulo.

Com o crescimento da capital paulista e atendendo às necessidades técnicas, o Ministério da Aeronáutica transferiu a Base Aérea de São Paulo para os terrenos da Fazenda Cumbica, terras doadas por Eduardo Guinle, em 1945.

O 4º esquadrão de Transporte Aéreo foi criado em 12 de maio de 1969 e teve como sede inicial o "Aeródromo Base de Marte". Em 1971, decorrente das restrições de espaço físico disponível, a unidade foi transferida para a Base Aérea de São Paulo, em Cumbica - Guarulhos.

________________
_________

Fonte : TJ/SP

_________
________________

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 24/1/2011 09:01

LEIA MAIS