terça-feira, 20 de abril de 2021

MIGALHAS QUENTES

Publicidade

Senado aprova sete embaixadores

O plenário do Senado aprovou ontem, 8/2, sete indicações da presidente da República para o cargo de embaixador do Brasil em Dominica, Suécia, Jamaica, Marrocos, Noruega, Hungria e Bósnia e Herzegóvina.

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011


Representantes

Senado aprova sete embaixadores

O plenário do Senado aprovou ontem, 8/2, sete indicações da presidente da República para o cargo de embaixador do Brasil em Dominica, Suécia, Jamaica, Marrocos, Noruega, Hungria e Bósnia e Herzegóvina.

A indicação do diplomata José Marcos Nogueira Viana para o cargo de embaixador do Brasil em Dominica foi aprovada com 50 votos favoráveis, 3 contrários e uma abstenção.

Para a embaixada do Brasil na Suécia foi ratificada a indicação da diplomata Leda Lucia Martins Camargo, com 55 votos favoráveis, 7 contrários e uma abstenção.

O diplomata Antonio Francisco da Costa e Silva Neto teve sua indicação para exercer a titularidade da embaixada brasileira na Jamaica aprovada com 56 votos favoráveis, 5 contrários e duas abstenções.

Por sua vez, o diplomata Carlos Henrique Cardim teve sua indicação para a embaixada brasileira na Noruega aprovada com 60 votos favoráveis e 5 contrários. Ele vai exercer o cargo cumulativamente com o posto de embaixador brasileiro na Islândia.

Para a embaixada na Hungria foi aprovada a indicação do diplomata Sérgio Eduardo Moreira Lima, com 51 votos favoráveis e 7 contrários.

O diplomata José Augusto Lindgren Alves também teve sua indicação aprovada, foram 59 votos favoráveis e 4 contrários. Ele exercerá o cargo de embaixador do Brasil na Bósnia e Herzegóvina.

Já para a embaixada brasileira no Marrocos foi ratificada a indicação do diplomata Frederico Salomão Duque Estrada Meyer, com 58 votos favoráveis, 6 contrários.

Também foi aprovada, com 57 votos favoráveis, 4 contrários e uma abstenção, a indicação de Jorge d'Escragnolle Taunay Filho para exercer o cargo de delegado permanente do Brasil junto à Organização de Aviação Civil Internacional (OACI), em Montreal, no Canadá.

Todas essas indicações receberam parecer favorável da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CRE) no ano passado. A presidente da República será comunicada acerca dessas aprovações por meio de ofícios do Senado. A aprovação dos embaixadores indicados pelo Executivo é uma atribuição do Senado que está prevista na Constituição. Todos os indicados são submetidos a sabatina na CRE antes de terem suas indicações apreciadas em plenário.

________________
_________

Fonte : Senado

_________
________________

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 9/2/2011 12:05