sexta-feira, 23 de abril de 2021

MIGALHAS QUENTES

Publicidade

Desembargador Luiz Ari Azambuja Ramos, do TJ/RS, recebe homenagem do órgão especial

O órgão especial do TJ/RS prestou, no início da sessão de ontem, 28, homenagem ao desembargador Luiz Ari Azambuja Ramos, que participa pela última vez dos julgamentos. O magistrado aposenta-se hoje, dia 1º.

terça-feira, 1 de março de 2011


Despedida

Desembargador Luiz Ari Azambuja Ramos, do TJ/RS, recebe homenagem do órgão especial

Luiz Ari recebeu aquarela do antigo prédio do Palácio da Justiça

O órgão especial do TJ/RS prestou, no início da sessão de ontem, 28, homenagem ao desembargador Luiz Ari Azambuja Ramos, que participa pela última vez dos julgamentos. O magistrado aposenta-se hoje, dia 1º.

As brilhantes qualidades do magistrado, como sua dedicação à função, simplicidade e humildade foram destacados pelo desembargador Danúbio Edon Franco, empossado juiz do Tribunal de Alçada, em 1991, juntamente com o homenageado. Afirmou que o magistrado marcou época e registrou sua passagem no Judiciário gaúcho. E, lembrando que a aposentadoria é vida nova, semelhante a um Ano Novo, citou o poeta Carlos Drummond de Andrade: para ganhar um Ano Novo, que mereça este nome, você, meu caro, tem de merecê-lo, tem de fazê-lo novo, eu sei que não é fácil, mas tente, experimente, consciente.

Para o procurador José Barrôco de Vasconcellos, o desembargador Luiz Ari prestou um trabalho enobrecedor e do mais alto grau de qualidade enquanto membro do MP, atividade que exerceu com dedicação extrema.

O homenageado se disse sensibilizado e comovido com as palavras que, para ele, são um alento num momento considerado difícil. Salientou que o vínculo rompido não é apenas profissional, mas também pessoal, pois são quase 40 anos de dedicação a essa nobre causa, dentre o tempo de atuação no Ministério Público e no Judiciário. Ressaltou que deixa a função com o sentimento de dever cumprido.

Ao final, o Presidente do TJ/RS em exercício, desembargador José Aquino Flôres de Camargo, salientou que o homenageado tem os melhores predicados de um homem público e todos os atributos de um Juiz. Revelou a honra de, em uma feliz coincidência, presidir a última sessão a contar com a presença do desembargador Luiz Ari.

Trajetória

Natural de São Francisco de Assis/RS, formou-se Direito pela Universidade Federal de Santa Maria em 1968. Nomeado promotor de Justiça em 1971, atuou nas comarcas de Canela, São Borja e Uruguaiana. Promovido a procurador de Justiça, exerceu a substituição do procurador-geral de Justiça, na qualidade de sub-procurador.

Foi nomeado juiz do Tribunal de Alçada, em 1991, em vaga pertencente a representante de sua classe de origem. No ano de 1997 ocorreu a promoção a desembargador do TJ. Tomou posse como 3º vice-presidente do TJ/RS em 1º/2/2008, para o biênio 2008/2009.

________________
_________

Fonte : TJ/RS

Foto : Lívia Auler

________
________________

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 1/3/2011 11:08

LEIA MAIS