quinta-feira, 6 de maio de 2021

MIGALHAS QUENTES

Publicidade

MP/RJ - Cláudio Lopes e Martha Rocha reúnem-se com o objetivo de estreitar o diálogo e o trabalho entre as instituições

O procurador-geral de Justiça, Cláudio Lopes, reuniu-se no dia 3 com a nova chefe da Polícia Civil, delegada Martha Rocha. O encontro foi realizado no edifício sede do MP/RJ e serviu para estreitar relações e iniciar parcerias em torno de temas de interesse das duas instituições. A extinção das carceragens nas delegacias, conclusão de inquéritos antigos, fiscalizações e modernizações de processos foram os assuntos debatidos.

sábado, 5 de março de 2011

 

Encontro

MP/RJ - Cláudio Lopes e Martha Rocha reúnem-se com o objetivo de estreitar o diálogo e o trabalho entre as instituições

O procurador-geral de Justiça, Cláudio Lopes, reuniu-se no dia 3 com a nova chefe da Polícia Civil, delegada Martha Rocha. O encontro foi realizado no edifício sede do MP/RJ e serviu para estreitar relações e iniciar parcerias em torno de temas de interesse das duas instituições. A extinção das carceragens nas delegacias, conclusão de inquéritos antigos, fiscalizações e modernizações de processos foram os assuntos debatidos.

"É preciso entrosamento entre as instituições. Isso reflete em resultados no combate ao crime e no cumprimento da Justiça. Pela experiência e pelo perfil da Martha Rocha na Polícia Civil, tenho certeza de que ela terá um excelente desempenho na pasta", afirmou o procurador-geral de Justiça.

O MP/RJ objetiva cumprir, este ano, meta estabelecida pela Enasp - Estratégia Nacional de Justiça e Segurança Pública de finalizar os inquéritos referentes a homicídios que datam até 2007, ainda inconclusos. Para isso solicitou auxílio da chefia da Polícia Civil no levantamento de inquéritos em delegacias do interior. O aparelhamento de delegacias ainda não transformadas em delegacias legais como a de Barra do Piraí e de Cabo Frio também foi discutido.

"Polícia Civil e MP têm foco na defesa da sociedade. Queremos compartilhar este ideal em parceria, estabelecendo boas práticas", afirmou a chefe de polícia, que também agradeceu ao PGJ a presença em sua posse. Martha lembrou que, a partir do próximo dia 15, as delegacias não poderão mais abrigar presos provisórios. Ela reafirmou a meta do Governo Estadual de extinguir as carceragens nas delegacias em um prazo de até 18 meses e buscou maior aproximação com Promotores de Justiça que atuam junto às varas de Execução Penal.

Martha esteve acompanhada do seu chefe de gabinete, Luiz Zettermann, e do subchefe administrativo, Sérgio Caldas. Pelo MP/RJ, participaram da reunião os procuradores de Justiça Carlos Roberto de Castro Jatahy (subprocurador-geral de Justiça de Planejamento Institucional), Antonio José Campos Moreira (subprocurador-geral de Justiça de Atribuição Originária Institucional e Judicial) e Astério Pereira dos Santos (chefia de Gabinete) e os promotores de Justiça, Paulo Wunder de Alencar (coordenador da Coordenadoria de Segurança e Inteligência), Homero das Neves Freitas Filho (coordenador do 7º Centro de Apoio Operacional das Promotorias de Justiça de Investigação Penal e da Coordenadoria de Combate à Sonegação Fiscal), Renata de Vasconcellos Araújo Bressan e Vinícius Winter de Souza Lima (coordenadora e subcoordenador do 2º Centro de Apoio Operacional das Promotorias de Justiça Criminais).

________________
_________

Fonte : MP/RJ

________
________________

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 4/3/2011 15:40