terça-feira, 11 de maio de 2021

MIGALHAS QUENTES

Publicidade

Maria Bonomi - 8 de julho

Hoje é aniversário da ilustre migalheira Maria Bonomi

sexta-feira, 8 de julho de 2005

 

Aniversário

 

Maria Bonomi

 

 

 

Hoje é aniversário da ilustre migalheira Maria Bonomi. A Redação de Migalhas deseja os melhores votos de felicidade e sucesso.

 

 

 

____________

 

Biografia

 

Maria Anna Olga Luiza Bonomi (Meina, Itália 1935). Gravadora, escultora, pintora, muralista, curadora, figurinista, cenógrafa e professora. Chega a São Paulo em 1946. Estuda pintura e desenho com Yolanda Mohalyi (1909-1978) em 1951, e com Karl Plattner (1919-1989) em 1953. Inicia-se em gravura com Lívio Abramo (1903-1992), em 1954. Realiza a sua primeira individual em São Paulo, em 1956, e neste mesmo ano, recebe uma bolsa de estudo da Ingram Merrill Foundation, para o Pratt Institute Graphics Center, no qual trabalha com Seong Moy. Em paralelo, cursa gravura com Hans Müller e teoria da arte com Meyer Schapiro, na Columbia University, em Nova York. De volta para o Brasil, freqüenta a Oficina de Gravura em Metal com Johnny Friedlaender (1912-1992), no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro - MAM/RJ, em 1959. No ano seguinte, em São Paulo, funda o Estúdio Gravura com Lívio Abramo, de quem é assistente até 1964. Expõe xilogravuras em diversos eventos importantes no Brasil e no exterior. A partir dos anos 70, passa a dedicar-se também à escultura, realizando altos e baixos relevos de grandes proporções, em concreto, para espaços públicos. Em 1999, titula-se doutora pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo - ECA/USP com a tese Arte Pública. Sistema Expressivo/Anterioridade. Atua como curadora de importantes mostras nacionais e internacionais.

 

Nascimento

 

1935 - Meina (Itália) - 8 de julho.

1953 - Naturaliza-se brasileira

 

Formação

 

1950/1956 - São Paulo SP - Estuda pintura e desenho com Yolanda Mohalyi (por sugestão de Lasar Segall), técnica de pintura com Karl Plattner e gravura com Lívio Abramo;

1956/1958 - Nova York (Estados Unidos) - Recebe bolsa de estudos da Ingram Merrill Foundation para estudar com Seong Moy no Pratt Institute Graphics Center;

1957/1958 - Nova York (Estados Unidos) - Faz curso de gravura com Hans Müller e de teoria da arte com Meyer Schapiro, na Columbia University;

1958 - Nova York (Estados Unidos) - Cursa o Museum Training I, na New York University;

1960 - Rio de Janeiro RJ - Integra a Oficina de Gravura em Metal, com Johnny Friedlaender, no MAM/RJ;

1999 - São Paulo SP - Titula-se doutora pela ECA/USP com a tese Arte Pública. Sistema Expressivo/Anterioridade.

 

Cronologia

 

Gravadora, escultora, pintora, muralista, curadora, figurinista, cenógrafa

 

1944 - Itália, Suíça e Portugal - Vive nesse países;

1946 - São Paulo SP - Vive nessa cidade;

1947 - São Paulo SP - 1º Prêmio de Desenho do Colégio das Cônegas Santo Agostinho;

1956 - Estados Unidos - Vive nesse país;

1960 - São Paulo SP - Fixa residência;

1960 - São Paulo SP - Prêmio Governador do Estado/APCT, figurinos;

1960/1964 - São Paulo SP - Funda o Estúdio Gravura com Lívio Abramo, de quem é assistente;

1965 - Prêmio Molière em cenografia e dois prêmios Saci em cenografia e figurinos;

1965 - São Paulo SP - Prêmio Governador do Estado/APCT, figurinos;

1972 - São Paulo SP - Prêmio Governador do Estado/APCT, figurinos;

1973 - São Paulo SP - Apresenta o filme Detritos, realizado com Thomas Farkas, na 12ª Bienal Internacional de São Paulo;

1976 - Realização do filme A Força da Natureza, produzido por Patrick Goetelen;

1976 - São Paulo SP - Realiza tríptico em concreto para a Igreja Mãe do Salvador (Cruz Torta);

1976 - São Paulo SP - Realiza murais em concreto para o Esporte Clube Sírio e para a fachada externa do Edifício Jorge Rizkallah Jorge;

1977 - São Paulo SP - Torna-se membro do Conselho de Arte e Cultura da Fundação Bienal de São Paulo;

1979 - São Paulo SP - Realiza murais em concreto para o Hotel Maksoud Plaza;

1979 - São Paulo SP - Grande prêmio da crítica, pela APCA;

1984 - Santiago (Chile) - Executa mural, em concreto e cobre, para o Banco Exterior de Espanha;

1984/1999 - São Paulo e São Bernardo do Campo SP - Elabora o Troféu Eldorado de Música (1985), Troféu Exclusivo Apetesp (1984), Troféu Serasa (1993), Troféu Carta Capital (1998/1999) e Prêmio Interação, da Mercedes-Benz (1992/1993/1994);

1987 - São Paulo SP - Realiza mural em concreto para o Banco Sudameris;

1988 - Prêmio Lei Sarney à Cultura Brasileira;

1988 - Troféu Oswaldo Goeldi - gravura, destaque;

1989 - Liubliana (Iugoslávia - atual Eslovênia) - É curadora de gravura brasileira para a 18ª Bienal Internacional de Gravura;

1989 - São Paulo SP - Realiza mural em cimento Futura Memória para o Memorial da América Latina;

1994 - Ilustra o Elogio da Xilo, de Haroldo de Campos, livro-poema com situações xilográficas (edição manual);

1994 - São José dos Campos SP - Participa do júri da 1ª Bienal de Gravura de São José dos Campos;

1994 - São Paulo SP - Participa do vídeo XILO VT ou Elogio da Xilo, dirigido por Walter Silveira, sobre o livro Elogio da Xilo. Apresentado na exposição Xilogravura: do cordel à galeria, no Masp;

1995 - Liubliana (Eslovênia) - Realiza curadoria para a 21ª Bienal Internacional de Gravura;

1997 - São Paulo SP - Realiza Páginas, escultura em alumínio gravado, para o Arquivo do Estado de São Paulo;

1997 - 42º Prêmio Santista, na área de artes plásticas, modalidade/gravura;

1998 - Praga (República Tcheca) - Participa do júri internacional e da curadoria de gravura brasileira para a 2ª Trienal de Arte Gráfica Inter-Kontakt-Graphic;

1998 - São Paulo SP - Realiza Imigração e Substituição, dois painéis de alumínio, doados pela Serasa para o Palácio dos Bandeirantes;

1998 - São Paulo SP - Realiza o painel Construção de São Paulo para a Estação Jardim São Paulo do Metrô;

1998 - Prêmio Internazionale Lumière, Unupadec;

1999 - Liubliana (Eslovênia) - É curadora da Seleção Brasileira na 23ª Bienal Internacionala de Gravura;

1999 - Rio de Janeiro RJ - É curadora, com Renina Katz, da mostra São Paulo Gravura Hoje, dentro da mostra Rio Gravura, na Funarte;

1999 - São Paulo SP - Prêmio Mário Pedrosa, pela ABCA;

1999 - Liubliana (Eslovênia) - É artista representante da América Latina e membro internacional do Symposium Arts Prints at the End of Millenium;

2000 - Buenos Aires (Argentina) - É curadora da 1ª Bienal Argentina de Gráfica Latino-Americana, no Museo Nacional del Grabado;

2000 - México - É curadora da delegação brasileira na 12ª Bienal Ibero Americana de Arte, no Instituto Cultural Domecq;

2000 - São Paulo SP - É lançado o vídeo Gravura e Gravadores, documentário dirigido por Olívio Tavares de Araújo, produzido pelo Itaú Cultural, com depoimentos da artista e de outros gravadores;

2000 - São Paulo SP - Realiza painel de concreto plástico Nemeton para o Edifício Premium.

 

 

Exposições individuais

 

1956 - São Paulo SP - Gravuras e Monografias, no MAM/SP;

1958 - Nova York (Estados Unidos) - Individual, na Galeria Roland de Aenlle;

1971 - Munique (Alemanha) - Individual, na Galerie Buchhloz;

1971 - Rio de Janeiro RJ - Maria Bonomi: xilografias, no MAM/RJ

1972 - São Paulo SP - Módulos Solombras M.S.2., na Galeria Cosme Velho;

1975 - Rio de Janeiro RJ - Xilografias: Transamazônia-China, na Galeria Bonino;

1975 - São Paulo SP - Individual, na Galeria Cosme Velho;

1975 - Brasília DF - Xilografias: Transamazônica-China, na Oscar Seráphico Galeria de Arte;

1975 - São Paulo SP - Xilografias: Transamazônica-China, na Galeria Cosme Velho;

1984 - São Paulo SP - Epigramas, na Galeria Múltipla de Arte;

1986 - São Paulo SP - Individual, na Galeria Múltipla de Arte;

1990 - Curitiba PR - Espaço Escavado: xilogravuras de Maria Bonomi, no Centro Cultural Palacete Leão Junior;

1994 - Lisboa (Portugal) - Maria Bonomi: xilografia, no Centro de Arte Moderna José de Azeredo Perdigão;

1999 - São Paulo SP - Maria Bonomi: registros;

2000 - São Paulo SP - Maria Bonomi - Registros, no Memorial da América Latina;

2000 - Skopje (Iugoslávia) - Individual, no Museum of Contemporay Art;

2004 - São Paulo SP - Individual, no Centro Universitário Maria Antonia.

 

Exposições coletivas

 

1952 - São Paulo SP - Coletiva de alunos de Yolanda Mohalyi, no Masp;

1955 - Neuchâtel (Suíça) - Arts Primitifs et Modernes Brésiliens, no Musée d'Ethnographie de Neuchâtel;

1955 - São Paulo SP - 3ª Bienal Internacional de São Paulo, no Pavilhão das Nações - premiada como a mais jovem expositora;

1955 - São Paulo SP - 4º Salão Paulista de Arte Moderna, na Galeria Prestes Maia;

1956 - São Paulo SP - Gravuras e Monografias, no MAM/SP;

1959 - Leverkusen (Alemanha) - Primeira Exposição Coletiva de Artistas Brasileiros na Europa;

1959 - Munique (Alemanha) - Primeira Exposição Coletiva de Artistas Brasileiros na Europa, na Kunsthaus;

1959 - Paris (França) - 1ª Bienal de Paris, no Musée d'Art Moderne de la Ville de Paris;

1959 - São Paulo SP - 5ª Bienal Internacional de São Paulo, no MAM/SP - prêmio aquisição;

1959 - Viena (Áustria) - Primeira Exposição Coletiva de Artistas Brasileiros na Europa;

1959 - Washington (Estados Unidos) - Pan American Union, no Smithsonian Institution;

1960 - Buenos Aires (Argentina) - 1º Certame Latino-Americano de Xilogravura;

1960 - Cidade do México (México) - 2ª Bienal Interamericana do México, no Palácio de Belas Artes;

1960 - Hamburgo (Alemanha) - Primeira Exposição Coletiva de Artistas Brasileiros na Europa;

1960 - Jerusalém (Israel) - 12 Artistas Brasileiros, no Bezale Museum Jerusalen;

1960 - Tel Aviv (Israel) - 12 Artistas Brasileiros;

1960 - Lisboa (Portugal) - Primeira Exposição Coletiva de Artistas Brasileiros na Europa;

1960 - Madri (Espanha) - Primeira Exposição Coletiva de Artistas Brasileiros na Europa;

1960 - México - 2ª Bienal do México;

1960 - Paris (França) - Primeira Exposição Coletiva de Artistas Brasileiros na Europa;

1960 - Rio de Janeiro RJ - 9º Salão Nacional de Arte Moderna, no MAM/RJ;

1960 - São Paulo SP - 9º Salão Paulista de Arte Moderna, na Galeria Prestes Maia - medalha de prata;

1960 - São Paulo SP - Contribuição da Mulher às Artes Plásticas no País, no MAM/SP;

1960 - Utrecht (Holanda) - Primeira Exposição Coletiva de Artistas Brasileiros na Europa;

1960 - Washington (Estados Unidos) - Pan American Union, na Smithsonian Institution;

1961 - Liubliana (Iugoslávia - atual Eslovênia) - 4ª Bienal Internacional de Gravura, na Moderna Galerija Ljubljana;

1961 - Rio de Janeiro RJ - 1ª O Rosto e a Obra, na Galeria Ibeu Copacabana;

1961 - São Paulo SP - 6ª Bienal Internacional de São Paulo, no Pavilhão Ciccilo Matarazzo Sobrinho - prêmio aquisição;

1962 - Tóquio (Japão) - 3rd International Biennial Exhibition of Prints;

1963 - São Paulo SP - 7ª Bienal Internacional de São Paulo, na Fundação Bienal - prêmio aquisição;

1964 - Liubliana (Iugoslávia - atual Eslovênia) - Bienal Internacional de Gravura;

1964 - Tóquio (Japão) - 4th International Biennial Exhibition of Prints;

1964 - Veneza (Itália) - 32ª Bienal de Veneza;

1965 - Genebra (Suíça) - Xylon IV International;

1965 - São Paulo SP - 8ª Bienal Internacional de São Paulo, na Fundação Bienal - melhor gravador nacional;

1966 - Brasília DF - 3º Salão de Arte Moderna do Distrito Federal - melhor gravador nacional;

1966 - Ribeirão Preto SP - 40 Gravuras Nacionais e Estrangeiras do Acervo do MAC, na Escola de Artes Plásticas de Ribeirão Preto;

1966 - Rio de Janeiro RJ - O Artista e a Máquina, no MAM/RJ;

1966 - Salvador BA - 1ª Bienal Nacional de Artes Plásticas;

1966 - São Paulo SP - 2ª Exposição da Jovem Gravura Nacional, no MAC/USP;

1966 - São Paulo SP - 40 Gravuras Nacionais e Estrangeiras do Acervo do MAC, no MAC/USP;

1966 - São Paulo SP - O Artista e a Máquina, no Masp;

1967 - Liubliana (Iugoslávia - atual Eslovênia) - 7ª Bienal Internacional de Gravura, na Moderna Galerija Ljubljana - prêmio em xilogravura;

1967 - Paris (França) - 5ª Bienal de Paris - Prêmio Theodoran Gravura;

1967 - São Paulo SP - 9ª Bienal Internacional de São Paulo, na Fundação Bienal;

1968 - Belo Horizonte MG - 23º Salão de Belas Artes de Belo Horizonte, no MAP - grande prêmio;

1968 - Cracóvia (Polônia) - 2ª Bienal Internacional de Gravura;

1968 - Liubliana (Iugoslávia - atual Eslovênia) - Exposição Internacional de Liubliana - prêmio gravura;

1968 - Piracicaba SP - 40 Gravuras Nacionais e Estrangeiras do Acervo do MAC, na Esalq;

1968 - São Paulo SP - Primeira Feira Paulista de Opinião, no Teatro Ruth Escobar;

1969 - Genebra (Suíça) - Xylon IV International;

1969 - Liubliana (Iugoslávia - atual Eslovênia) - 8ª Bienal Internacional de Gravura, na Moderna Galerija Ljubljana - Prêmio Aquisição Prix D'Achat, Xilo Mechanicus;

1969 - Rio de Janeiro RJ - 18º Salão Nacional de Arte Moderna

1969 - São Paulo SP - 1º Panorama de Arte Atual Brasileira, no MAM/SP;

1970 - Genebra (Suíça) - Xylon IV International;

1970 - Nuremberg (Alemanha) - Colloquium über Visuelle Poesie, no Institut für moderrne Kunst Nürnberg;

1970 - Olinda PE - 40 Gravuras Nacionais e Estrangeiras do Acervo do MAC, no MAC/Olinda;

1970 - Penápolis SP - 40 Gravuras Nacionais e Estrangeiras do Acervo do MAC;

1970 - São Paulo SP - A Gravura Brasileira, no Paço das Artes

1971 - Liubliana (Iugoslávia - atual Eslovênia) - 9ª Bienal Internacional de Gravura, na Moderna Galerija Ljubljana - prêmio aquisição em xilogravura;

1971 - Nuremberg (Alemanha) - A Gravura do Mundo: a obra gráfica dos últimos 25 anos;

1971 - São Paulo SP - 3º Panorama de Arte Atual Brasileira, no MAM/SP - prêmio melhor gravadora nacional;

1972 - Fredrikstad (Noruega) - 1ª Trienal de Gravura de Fredrikstad;

1972 - São Paulo SP - 4º Panorama de Arte Atual Brasileira, no MAM/SP;

1972 - São Paulo SP - Arte/Brasil/Hoje: 50 anos depois, na Galeria da Collectio;

1972 - São Paulo SP - Módulos Solombras M. S. 2, na Galeria Cosme Velho;

1972 - Tóquio (Japão) - 8th International Biennial Exhibition of Prints;

1972 - Veneza (Itália) - 36ª Bienal de Veneza;

1973 - Liubliana (Iugoslávia - atual Eslovênia) - 10ª Bienal Internacional de Gravura, na Moderna Galerija Ljubljana;

1973 - São Paulo SP - 12ª Bienal Internacional de São Paulo, na Fundação Bienal;

1974 - São Paulo SP - 6º Panorama de Arte Atual Brasileira, no MAM/SP;

1974 - Tóquio (Japão) - International Biennial Exhibition of Prints;

1977 - São Paulo SP - 14ª Bienal Internacional de São Paulo, na Fundação Bienal;

1977 - São Paulo SP - 9º Panorama de Arte Atual Brasileira, no MAM/SP;

1978 - Rio de Janeiro RJ - 18ª Arte e Pensamento Ecológico, na Biblioteca Euclides da Cunha;

1978 - São Paulo SP - As Bienais e a Abstração: a década de 50, no Museu Lasar Segall;

1979 - São Paulo SP - 15ª Bienal Internacional de São Paulo, na Fundação Bienal;

1980 - Rio de Janeiro RJ - Homenagem a Mário Pedrosa, na Galeria Jean Boghici;

1981 - Ribeirão Preto SP - Coletiva de Gravuras, na Itaugaleria

1982 - Penápolis SP - 5º Salão de Artes Plásticas da Noroeste, na Fundação Educacional de Penápolis. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Penápolis;

1983 - Liubliana (Iugoslávia - atual Eslovênia) - 15ª Bienal Internacional de Gravura, na Moderna Galerija Ljubljana;

1984 - Curitiba PR - 6ª Mostra da Gravura Cidade de Curitiba. A Xilogravura na História da Arte Brasileira, na Casa Romário Martins;

1984 - Ourinhos SP - Homenagem a Arte da Gravura no Brasil, na Itaugaleria;

1984 - Porto Alegre RS - Gravuras: uma trajetória no tempo, no Cambona Centro de Artes;

1984 - Ribeirão Preto SP - Gravadores Brasileiros Anos 50/60, na Galeria Campus-USP-Banespa;

1984 - Rio de Janeiro RJ - A Xilogravura na História da Arte Brasileira, na Funarte. Galeria Sérgio Milliet;

1984 - Rio de Janeiro RJ - Doações recentes 82 - 84, no MNBA

1984 - São Paulo SP - Arte na Rua 2;

1984 - São Paulo SP - Epigramas: Maria Bonomi, Biombos: Haron Cohen, na Múltipla Galeria de Arte;

1984 - São Paulo SP - Tradição e Ruptura: síntese de arte e cultura brasileiras, na Fundação Bienal;

1985 - Liubliana (Iugoslávia - atual Eslovênia) - 16ª Bienal Internacional de Gravura, na Moderna Galerija Ljubljana;

1985 - São Paulo SP - 100 Obras Itaú, no Masp;

1985 - São Paulo SP - Destaques da Arte Contemporânea Brasileira, no MAM/SP;

1986 - Curitiba PR - 7º Acervo do Museu Nacional da Gravura - Casa da Gravura, no Museu Guido Viaro;

1986 - Fredrikstad (Noruega) - Trienal da Gravura de Fredrikstad;

1986 - Havana (Cuba) - 2ª Bienal de Havana;

1986 - Rio de Janeiro RJ - Sete Décadas da Presença Italiana na Arte Brasileira, no Paço Imperial;

1987 - Campinas SP - 1ª Bienal Internacional de Gravura, no MACC;

1987 - São Paulo SP - 18º Panorama de Arte Atual Brasileira, no MAM/SP - prêmio em xilogravura;

1988 - Lisboa (Portugal) - Pioneiros e Discípulos, no Centro de Arte Moderna José de Azeredo Perdigão;

1988 - Rio de Janeiro RJ - 2ª Abstração Geométrica, na Funarte. Centro de Artes;

1988 - São Paulo SP - MAC 25 Anos: aquisições e doações recentes, no MAC/USP;

1988 - São Paulo SP - Os Ritmos e as Formas: arte brasileira contemporânea, no Sesc Pompéia;

1988 - Tóquio (Japão) - Bienal de Tóquio, no Hakone Museum;

1989 - Copenhague (Dinamarca) - Os Ritmos e as Formas: arte brasileira contemporânea, no Museu Charlottenborg;

1989 - Fredrikstad (Noruega) - 9ª Trienal da Gravura de Fredrikstad, na Municipal Library;

1989 - Liubliana (Iugoslávia - atual Eslovênia) - 18ª Bienal Internacional de Gravura, na Moderna Galerija Ljubljana;

1989 - Rio de Janeiro RJ - Gravura Brasileira: 4 temas, na EAV/Parque Lage;

1989 - São Paulo SP - 20ª Bienal Internacional de São Paulo, na Fundação Bienal;

1990 - Curitiba PR - 9ª Mostra da Gravura Cidade de Curitiba, no Museu da Gravura;

1990 - Paris (França) - Voyage au Monde du Papier au Travers des Biennales Brésiliennes, no Grand Palais;

1990 - São Paulo SP - O Múltiplo na Visão de Baravelli, Marcello Nitsche, Maria Bonomi, Norberto Nicola, Peticov e Vlavianos, na Múltipla Galeria de Arte;

1991 - São Paulo SP - Cidadania: 200 anos da declaração dos direitos do homem, no Sesc Pompéia;

1991 - São Paulo SP - O Que Faz Você Agora Geração 60?: jovem arte contemporânea dos anos 60 revisitada, no MAC/USP;

1991 - São Paulo SP - Registros e Impressões: artistas seminais, na Casa das Rosas;

1992 - Curitiba PR - 10ª Mostra da Gravura Cidade de Curitiba/Mostra América, no Museu da Gravura;

1992 - Rio de Janeiro RJ - Gravura de Arte no Brasil: proposta para um mapeamento, no CCBB;

1993 - João Pessoa PB - Xilogravura: do cordel à galeria, na Funesc;

1993 - São Paulo SP - 2ª Exposição de Artistas Ítalo-Brasileiros em São Paulo, no Espaço Cultural Fiat;

1993 - São Paulo SP - 3º Studio Internacional de Tecnologias de Imagem, no Sesc Pompéia;

1993 - São Paulo SP - Obras para Ilustração do Suplemento Literário: 1956 - 1967, no MAM/SP;

1993 - Washington (Estados Unidos) - Ultramodern: the art of contemporary Brazil, no The National Museum of Women in the Arts;

1994 - São José dos Campos SP - 1ª Bienal de Gravura de São José dos Campos;

1994 - São Paulo SP - Bandeiras: 60 artistas homenageiam os 60 anos da USP, no MAC/USP;

1994 - São Paulo SP - Bienal Brasil Século XX, na Fundação Bienal;

1994 - São Paulo SP - Gravuras: sutilezas e mistérios, técnicas de impressão, na Pinacoteca do Estado;

1994 - São Paulo SP - Os Novos Viajantes, no Sesc Pompéia;

1994 - São Paulo SP - Poética da Resistência: aspectos da gravura brasileira, na Galeria de Arte do Sesi;

1994 - São Paulo SP - Xilogravura: do cordel à galeria, no Metrô;

1995 - Curitiba PR - 11ª Mostra da Gravura Cidade de Curitiba, na Fundação Cultural de Curitiba. Solar do Barão;

1995 - Liubliana (Eslovênia) - 21ª Bienal Internacional de Gravura, na Moderna Galerija Ljubljana;

1995 - São Paulo SP - Projeto Contato, na Galeria Sesc Paulista;

1995 - Yokoyama (Japão) - The Hanga: Kanegawa international prints festival;

1996 - Belgrado (Iugoslávia) - 4ª Bienal de Arte Gráfica, no The Cvijeta Zuzoric Art Pavilion;

1996 - Rio de Janeiro RJ - 1ª Brahma Reciclarte, no Jardim Botânico;

1996 - Santo André SP - 24º Salão de Arte Contemporânea de Santo André, no Paço Municipal;

1996 - São Paulo SP - 4º Studio Unesp Sesc Senai de Tecnologias de Imagens, no Sesc Pompéia;

1996 - São Paulo SP - Arte Brasileira Contemporânea: doações recentes/96, no MAM/SP;

1996 - São Paulo SP - Bandeiras, na Galeria de Arte do Sesi;

1996 - São Paulo SP - Ex Libris/Home Page, no Paço das Artes;

1996 - São Paulo SP - Mulheres Artistas no Acervo do MAC, no MAC/USP;

1996 - São Paulo SP - 1ª Off Bienal, no MuBE;

1997 - Barra Mansa RJ - Traços Contemporâneos: homenagem a gravura brasileira, no Centro Universitário de Barra Mansa;

1997 - Cadaqués (Espanha) - 17th International Mini Print, no Taller Galeria Fort;

1997 - Curitiba PR - A Arte Contemporânea da Gravura, no Museu Metropolitano de Arte de Curitiba;

1997 - Curitiba PR - Mostra da Gravura Cidade de Curitiba;

1997 - Ettore Le Donne (Itália) - Postal Art: art-green;

1997 - Gabrovo (Bulgária) - 13th Biennial International of Humour and Sátire in the Arts;

1997 - Irving (Estados Unidos) - Contemporary Brazilian Prints, na University of Dallas. Haggar Art Gallery;

1997 - Kagawa (Japão) - 12ª Mostra Internacional de Arte Gráfica, no Sakaide Museum of Art;

1997 - Kharkiv (Ucrânia) - 4th Block International of Graphics and Poster;

1997 - Liubliana (Eslovênia) - Bienal Internacional de Gravura;

1997 - Gabrovo (Bulgária) - Bienal de Humor e Sátira;

1997 - Cadaqués (Espanha) - 17th Internacional Mini Print;

1997 - Ettore Le Donne (Itália) - Postal Art: art-green;

1997 - Polônia - Triennale 1997 International Print Triennial Society;

1997 - Odessa (Estados Unidos) - Contemporary Brazilian Prints, na Gallery at The University of Texas of the Permian Basin;

1997 - Plano (Estados Unidos) - Contemporary Brazilian Prints, no Collin County Community College. Spring Creek Art Gallery;

1997 - São Paulo SP - Eletromídia da Arte (exposição virtual em painéis eletrônicos);

1997 - Toyama (Japão) - 5ª Trienal Internacional do Pôster;

1997 - Wichita Falls (Estados Unidos) - Contemporary Brazilian Prints, na Midwestern State University Art Gallery;

1998 - Abilene (Estados Unidos) - Contemporary Brazilian Prints, na Abilene Christian University Shore Art Gallery;

1998 - Baton Rouge (Estados Unidos) - Contemporary Brazilian Prints, na Louisiana State University;

1998 - Berlim (Alemanha) - 2º Panorama da Arte Brasileira, na Caco Zanchi Art Gallery;

1998 - Campinas SP - A Grande Arte da Gravura, na Galeria Croqui;

1998 - Cidade do México (México) - 11ª Bienal Ibero-Americana de Arte, no Museo del Palacio de Bellas Artes;

1998 - Jacareí SP - Mulheres Gravadoras: uma homenagem a Edith Behring, na Vila Cultural - Pátio dos Trilhos;

1998 - Aalst (Bélgica) - 2º Panorama da Arte Brasileira, na Caco Zanchi Art Gallery;

1998 - Maracaibo (Venezuela) - 3ª Bienal Barro de América, no Centro de Arte de Maracaibo Lia Bermúdez;

1998 - Rio de Janeiro RJ - Pensar Gráfico: A Gravura da Linguagem, no Paço Imperial;

1998 - Santo André SP - Ler Bonomi e Aldir Ontem e Hoje, no Paço Municipal;

1998 - São Paulo SP - A Arte da Escultura no Conjunto Nacional, no Conjunto Nacional;

1998 - São Paulo SP - Impressões: a arte da gravura brasileira, no Espaço Cultural Banespa-Paulista;

1998 - São Paulo SP - Os Colecionadores - Guita e José Mindlin: matrizes e gravuras, na Galeria de Arte do Sesi;

1998 - São Paulo SP - 3ª Bienal do Barro de América: Sobre a Essência, 7 Horizontes do Homem, no Memorial da América Latina;

1999 - Rio de Janeiro RJ - Mostra Rio Gravura. Coleção Armando Sampaio: gravura brasileira, no Centro de Artes Calouste Gulbenkian;

1999 - Rio de Janeiro RJ - Mostra Rio Gravura. Coleção Guita e José Mindlin, no Espaço Cultural dos Correios;

1999 - Rio de Janeiro RJ - Mostra Rio Gravura. Gravura Moderna Brasileira: acervo Museu Nacional de Belas Artes, no MNBA;

1999 - Rio de Janeiro RJ - Mostra Rio Gravura. Maria Bonomi e Renina Katz: gravuras recentes, no Museu Histórico Nacional;

1999 - São Paulo SP - A Ressacralização da Arte, no Sesc Pompéia;

1999 - São Paulo SP - Anuário Latino-Americano de Artes Plásticas, no Memorial da América Latina;

1999 - São Paulo SP - Cotidiano/Arte. O Consumo - Metamorfose do Consumo, no Itaú Cultural;

1999 - São Paulo SP - United Artists: Viagens de Identidades, na Casa das Rosas;

2000 - Cidade do México (México) - 12ª Bienal Ibero-Americana de Arte, no Palácio de Bellas Artes de La Ciudad de México;

2000 - Colchester (Inglaterra) - Outros 500: highlights of brazilian contemporary art in UECLAA, na Art Gallery - University of Essex;

2000 - Rio de Janeiro RJ - O Bardi dos Artistas, no Espaço Cultural dos Correios;

2000 - São Paulo SP - Audi Eletromídia de Arte (4ª Exposição Virtual em Telões Eletrônicos);

2000 - São Paulo SP - Investigações. A Gravura Brasileira, no Itaú Cultural;

2000 - São Paulo SP - Maria Bonomi, Regina Katz: vigência, na Galeria Múltipla de Arte;

2000 - São Paulo SP - O Bardi dos Artistas, no Memorial da América Latina. Galeria Marta Traba;

2000 - São Paulo SP - O Papel da Arte, na Galeria de Arte do Sesi;

2001 - Brasília DF - Investigações. A Gravura Brasileira, na Galeria Itaú Cultural;

2001 - Penápolis SP - Investigações. A Gravura Brasileira, na Galeria Itaú Cultural;

2001 - Porto Alegre RS - Coleção Liba e Rubem Knijnik: arte brasileira contemporânea, no Margs;

2001 - Santo André SP - 1ª Bienal de Gravura de Santo André;

2001 - São Paulo SP - 7 Artistas da APAP, na Oficina Cultural Oswald de Andrade;

2001 - São Paulo SP - Arte Hoje, na Arvani Arte;

2001 - São Paulo SP - 4ª Bienal Barro de América, no Memorial da América Latina;

2001 - São Paulo SP - 10 Poéticas, na A Hebraica;

2002 - Rio de Janeiro RJ - Caminhos do Contemporâneo 1952;

2002, no Paço Imperial;

2002 - São Paulo SP - Coleção Metrópolis de Arte Contemporânea, na Pinacoteca do Estado;

2002 - São Paulo SP - Ópera Aberta: celebração, na Casa das Rosas;

2002 - São Paulo SP - Quem Faz as Bienais, na Galeria Múltipla de Arte;

2003 - Rio de Janeiro RJ - Projeto Brazilianart, na Almacén Galeria de Arte;

2003 - Rio de Janeiro RJ - Tesouros da Caixa: arte moderna brasileira no acervo da Caixa, no Conjunto Cultural da Caixa;

2003 - São Paulo SP - A Gravura Vai Bem, Obrigado: a gravura histórica e contemporânea brasileira, no Espaço Virgílio;

2003 - São Paulo SP - A Xilogravura, no Escritório de Arte Augusta 664;

2003 - São Paulo SP - Israel e Palestina: dois estados para dois povos, no Sesc Pompéia;

2003 - São Paulo SP - MAC USP 40 Anos: interfaces contemporâneas, no MAC/USP;

2004 - Campinas SP - Coleção Metrópolis de Arte Contemporânea, no Espaço Cultural CPFL;

2004 - São Paulo SP - Canção do Dia de Sempre, no Memorial da América Latina;

2004 - São Paulo SP - Grupo Guanabara, no Masp.

_________

 

Fonte: Site Itaú Cultural.

_____________

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 8/7/2005 10:24