domingo, 11 de abril de 2021

MIGALHAS QUENTES

Publicidade

Concurso público

Rejeitado PL que exige questões sobre o Estatuto do Advogado em concursos

A Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público rejeitou o PL 38/11, do deputado Weliton Prado (PT/MG), que obriga organizadores de concursos públicos a incluir nas provas questões relativas ao Estatuto da Advocacia (lei 8.906/94).

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Concurso público

Rejeitado PL que exige questões sobre o Estatuto do Advogado em concursos

A Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público rejeitou o PL 38/11 (clique aqui), do deputado Weliton Prado (PT/MG), que obriga organizadores de concursos públicos a incluir nas provas questões relativas ao Estatuto da Advocacia (lei 8.906/94 - clique aqui). Na opinião da relatora, deputada Andreia Zito (PSDB/RJ), a medida "é exagerada e pode afastar os candidatos da preparação realmente requerida".

Pela proposta, as provas deveriam enfatizar os artigos que dizem respeito às prerrogativas dos advogados. Nos concursos específicos das áreas jurídicas, que exijam formação em Direito, 5% do total de questões deveriam tratar do Estatuto. Nos demais casos, a porcentagem ficaria entre 2% e 5%. Segundo o autor do projeto, a inclusão do Estatuto em concursos públicos é necessária para evitar que as prerrogativas de advogados sejam desrespeitadas em órgãos públicos.

Para a deputada Andreia Zito, no entanto, o mais adequado é que os critérios de avaliação de concursos "sejam estabelecidos, caso a caso, de acordo com as atribuições dos cargos".

Tramitação

O projeto será arquivado, já que tramita em caráter conclusivo e foi rejeitado na única comissão de análise de mérito. A proposta só não vai a arquivo se houver recurso de, no mínimo, 52 deputados para que seja votado pelo plenário.

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 5/12/2011 09:03

LEIA MAIS