domingo, 18 de abril de 2021

MIGALHAS QUENTES

Publicidade

SPED

Pesquisa revela que escrituração digital encarece custos das empresas

O SPED - Sistema Público de Escrituração Digital representa para as companhias custos extras com tempo e mão de obra especialmente voltados para lidar com esta nova sistemática.

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

SPED

Pesquisa revela que escrituração digital encarece custos das empresas

O SPED - Sistema Público de Escrituração Digital representa para as companhias custos extras com tempo e mão de obra especialmente voltados para lidar com esta nova sistemática. A conclusão é da pesquisa "Custos e impactos da implantação do SPED para as empresas brasileiras" realizada pela FISCOSoft Editora, que ouviu a opinião de executivos de 1.181 companhias de médio e grande porte de todo o país. Para ver a íntegra da pesquisa, clique aqui.

De acordo com o estudo, o encarecimento talvez possa ser compensado com o ganho na qualidade gerencial e dos controles internos, com a redução de erros. Para 79,3% das empresas, o SPED de fato trouxe esse benefício para a empresa.

Em que pese a redução de custos com a racionalização e simplificação das obrigações acessórias ser um dos benefícios previstos para o SPED, a maioria dos executivos ouvidos - 59,7% - acredita que mesmo daqui a 3 anos não será possível cumprir as obrigações acessórias com menos recursos.

De acordo com o levantamento, apesar de 46,5% das empresas indicarem não terem registrado aumento na quantidade de pessoas alocadas para este fim, houve, sim, crescimento no volume de horas de trabalho de cada colaborador. Para 44,6% das companhias, houve necessidade de contratação de mais pessoal.

"A pesquisa nos mostra que o SPED aumentou os custos e as horas de trabalho dos departamentos envolvidos. Em parte, por conta da falta de simplificação e racionalização das obrigações acessórias", explica a diretora de Conteúdo da FISCOSoft, Juliana Ono, coordenadora do estudo.

Segundo ela, por outro lado, a maioria das empresas afirma que a qualidade da informação aumentou, e ainda, que a fraude involuntária diminuiu. "Mais de 70% dos pesquisados afirmaram que houve diminuição da concorrência desleal em virtude da diminuição da sonegação fiscal", comenta.

Apesar de reclamarem da elevação dos custos para a implantação do SPED, a maioria das 1.181 empresas pesquisadas listou uma série de benefícios decorrentes da implantação do SPED e dos documentos eletrônicos (NF-e, NFS-e, CT-e).

Veja alguns dos benefícios citados:

  • Melhorias gerenciais e de controles internos, redução de erros;

  • Redução de concorrência desleal (em decorrência da transparência e maior facilidade na fiscalização por parte do Fisco, evitando assim sonegação fiscal);

  • Melhorias no relacionamento com clientes ou fornecedores, por exemplo, com a integração e automação de processos de compras, simplificação e padronização na emissão e recebimento de documentos fiscais, B2B, etc.

Clique aqui e confira a íntegra da pesquisa.

_________

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 7/12/2011 16:51

LEIA MAIS