domingo, 11 de abril de 2021

MIGALHAS QUENTES

Publicidade

Formação

Direito GV e Tilburg University lançam hoje a Law Schools Global League

Três grandes temas serão abordados: o papel do advogado em um mundo onde as fronteiras são menos definidas; a discussão de um novo currículo cursos de Direito que contemple o desafio desta era de comunicação e a relação entre as escolas de Direito e os mercados globais.

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

Formação

Direito GV e Tilburg University lançam hoje a Law Schools Global League (LSGL)

A crise financeira que afeta os países europeus, a grande complexidade envolvendo as megafusões e aquisições e até mesmo a perplexidade envolvendo os conflitos nos países árabes revelam parte do desafio imposto pela globalização econômica, política e financeira ao ensino tradicional do direito.

Para estabelecer uma agenda de pesquisas que construa modelos teóricos e práticos para estudar, entender e criar respostas adequadas a essa realidade, a Escola de Direito de São Paulo da Fundação Getulio Vargas (Direito GV) e a Tilburg University, da Holanda, estão criando a Law Schools Global League (LSGL).

O lançamento da rede será no dia 8/2, em conferência que será realizada em SP, na sede da Direito GV, e reunirá os reitores das principais universidades do planeta. As Escolas que participarão do encontro são: EBS Law School (Alemanha); Universidade Católica Portuguesa (Portugal); University College London (Reino Unido); University of Pretoria (Africa do Sul); New York University (EUA); National University of Singapore (Cingapura); Northwestern University (EUA); McGill University (Canadá); Universidad de Los Andes (Colombia); Jindal Global Law School (India); IDC Radzyner (Israel); Higher School of Economics Moscow (Rússia) e University of Cape Town (Africa do Sul).

A LSGL terá como objetivo mapear interesses comuns, facilitar a cooperação em pesquisa e métodos de ensino; buscar novos talentos na área acadêmica para aumentar a exposição internacional; criar métodos de treinamento e ensino para atender a demandas de internacionalização da profissão jurídicas, etc.

"Existe uma preocupação comum a vários centros de formação em Direito em como preparar alunos e professores para enfrentar novos desafios colocados pelo intenso processo de globalização e de mudanças no cenário internacional. Por essa razão, é importante unir forças e talentos para aprender a lidar com esses desafios", analisa Maria Lúcia Pádua Lima, coordenadora de Relações Internacionais da Direito GV e uma das organizadoras do encontro.

A formação tradicional dada aos advogados ainda não contempla todo o instrumental teórico e prático para lidar com muitas questões relacionadas a essa nova realidade internacional. "O objetivo desta organização é desenvolver os meios adequados para compreensão e atuação em uma realidade internacional que se altera velozmente. Como não poderia ser diferente, a Direito GV pretende colaborar apresentando uma visão de problemas globais a partir da perspectiva brasileira. Além do mais, para se avançar no crescimento do protagonismo do país é necessário um esforço ainda maior por parte das instituições acadêmicas", explica.

No encontro do próximo dia 8, três grandes temas serão abordados: o papel do advogado em um mundo onde as fronteiras são menos definidas; a discussão de um novo currículo cursos de Direito que contemple o desafio desta era de comunicação; e, a relação entre as escolas de direito e os mercados globais.

___________

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 7/2/2012 15:14