sexta-feira, 5 de junho de 2020

ISSN 1983-392X

Ano bissexto

Causídicos que nasceram em ano bissexto contam suas histórias

Após quatro anos, os aniversariantes de 29/2 terão a oportunidade de celebrar a data natalícia.

terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Ano bissexto

Causídicos que nasceram em ano bissexto contam suas histórias

A cada quatro anos, o mês de fevereiro ganha um dia a mais, 29. E, o que para muitos é apenas uma data no calendário, para outros têm um sabor especial – a oportunidade de celebrar o aniversário na data em que de fato veio ao mundo.

Curiosidades

A Terra demora aproximadamente 365 dias, 5 horas, 48 minutos e 46 segundos para dar uma volta completa em torno do sol. Nosso calendário, porém, tem apenas 365 dias, o que gera o problema: o que fazer com as quase seis horas que "sobram" anualmente?

A solução encontrada foi adicionar um dia a mais ao calendário a cada quatro anos, quando as horas somam um dia (6h x 4 = 24h).

Já o nome bissexto veio na época do Império Romano, quando foi ordenado que o dia extra fosse o dia sexto ("bis sextum") antes das calendas de março, o que originou o tal ano.

Doutor de aniversário

"Em um ano com 365 dias, como você conseguiu escolher o 366º dia para eu nascer?!". A brincadeira em tom de desabafo é da advogada Andrea Turgante, de Arujá/SP. Nascida no fatídico dia do ano bissexto, a causídica conta que gosta de ser diferente, e diverte-se com a filha de 14 anos que diz para todos, "com orgulho", que é mais velha do que sua mãe.

Conta Andrea, porém, que sofre com a celebração de suas primaveras nos anos em que fevereiro tem só 28 dias. "A maioria das pessoas querem decidir a data que eu tenho que comemorar. E a maioria afirma que eu tenho que comemorar o aniversário dia 1º de março. Como se todos fossem ´doutores´ em datas de aniversário", confessa.

Questionário

A advogada Juliana Rodrigues Figueiredo, do escritório Figueiredo Advogados, nascida em 29 de fevereiro de 1972, conta todas as perguntas que ouve sobre a peculiaridade:

"Não posso negar que é bastante singular ter nascido no dia 29 de fevereiro.

Você já pensou qual é a pergunta que mais respondeu na sua vida?

Eu tenho algumas perguntas que respondo quase todas as semanas, sendo que a que mais respondi durante toda a minha existência, respondo e responderei, é uma variante da seguinte dúvida: "Nossa, e quando não tem dia 29? Quando você comemora?"

Então, essa pergunta, normalmente, vem seguida de outra: "Mas quantos anos você tem na verdade?"

Os que querem prorrogar a conversação, lançam mão da terceira pergunta em forma de piada: "Ah, então você não envelhece???"

Tem ainda aqueles que questionam: "Mas é só de seis em seis anos que você faz aniversário?"

Conheço algumas pessoas que nasceram no dia 29 de fevereiro, mas realizaram o registro de nascimento ou no dia 28 de fevereiro ou 1º de março. O meu registro foi feito no próprio dia 29. Meu pai refletiu que se nasci nesse dia especial, o registro deveria refletir essa realidade peculiar.

Desta premissa, você pode concluir quantas vezes respondo a essas perguntas, pois pelo menos uma vez por mês falamos nossa data de nascimento para algum cadastro ou acesso a alguma informação. E tenho certeza absoluta de que quem não pergunta, ou está mal humorado e não quer estender conversa ou não percebe que nasci em ano bissexto.

E ainda por cima eu nasci em José Bonifácio - SP. Não, não sou do interior, apenas nasci nessa cidade charmosa, sempre morei na Capital de São Paulo, mas meus pais são de lá (outra questão sempre presente na minha vida).

Na infância, nos anos que não havia dia 29, eu gostava de comemorar o meu aniversário no dia que caísse mais próximo do fim de semana. Era essa a resposta inocente que eu oferecia aos curiosos.

Na ausência do dia 29 de fevereiro, recebo parabéns tanto no dia 28 como no dia 1º. Bom para os mais esquecidos, porque os amigos têm duas chances para cumprimentar. Os que ligam dia 28 dizem: “É porque amanhã você já nasceu”! Os que ligam no dia 1º dizem: “Não liguei ontem, porque você ainda não tinha nascido”! Mas os que esquecem, têm a ousadia de afirmar que não ligaram porque eu não fiz aniversário de verdade!!!

Interessante foi um ano que não era bissexto e percebi que não fui elencada na rede social, como aniversariante da semana.

Bom. Segue a resolução dos temas:

Eu comemoro meu aniversário dia 28, pois pelo menos é no mesmo mês em que nasci (tento, sem muito êxito, uniformizar essa ideia no meio em que convivo).

Contando pelos anos bissextos, esse ano eu faço 10 anos, mas, a verdade biológica é que farei 40 anos mesmo, bem vividos.

Quem não envelhece é Dorian Gray, não eu. Aliás, essa piadinha sobre não envelhecer tem se repetido cada vez menos e penso que vão parar de fazê-la daqui um tempo, pois começaria a ser sarcasmo e não piada.

Ano bissexto acontece a cada 4 (quatro) anos, e advém da implantação do Calendário Juliano (olha isso!!!) em 45 a.C. que se modificou evoluindo para o Calendário Gregoriano que hoje é usado em muitos países que adotaram os anos bissextos. Tem como finalidade ajustar o calendário com a translação da Terra e com os eventos sazonais relacionados às estações do ano.

Agora, em ano bissexto, meu amigo, vou te contar... Para mim fevereiro é primavera.!!! Ninguém, ninguém se esquece do meu aniversário. Passo o dia recebendo ligações, mensagens e carinhos. É o ano que eu saio do vácuo para surgir plena e feliz e tomar posse do MEU DIA de aniversário. E realmente, é MUITO especial...de verdade!!!

Destarte, além das costumeiras perguntas, no ano bissexto agrega-se uma afirmação recidivante que ouço de quase todos: Esse ano você faz, hein?!?"

Também alvo de dúvidas, a advogada Beatriz Macedo relata que está sempre munida com o documento de identidade, prevenindo-se dos que desconfiam de seu dia de nascimento, acreditando não ser possível o registro em tal data.

"Nos outros anos não há como comemorar de maneira verdadeira. Afinal, meu aniversário não é no dia 28 de fevereiro e no dia 1º de março, já foi. Por isso, neste ano apocalíptico de 2012, nada melhor do que celebrar ´uma dúzia´ de anos bissextos", diz a causídica, animada.

Adolescente bissexto

Brincadeiras é o que não falta no depoimento do advogado Joél Domingues, do escritório Horalek e Domingues, Advogados. Da família que ameaçava presentear-lhe, quando criança, apenas nos anos bissextos, às gincanas no colégio, em que uma das tarefas era encontrar alguém nascido e registrado no dia 29 de fevereiro. Acompanhe:

"Quando nasci meu pai resolveu que iria me registrar corretamente – era praxe ser registrado no dia 28/02 ou 01/03 – mesmo sabendo que somente a cada quatro anos haveria o dia 29.

Quando criança, eu não entendia muito bem o porquê. Foi um tio – irmão de minha mãe e professor de física e matemática – que me explicou que a terra leva aproximadamente 365 dias e 6 horas para completar uma volta ao redor do sol. Assim, um calendário fixo de 365 dias apresenta um erro de aproximadamente 6 horas por ano, equivalente a 1 dia a cada quatro anos.

Às vezes, alguns parentes brincavam comigo que como eu não fazia aniversário todos os anos somente me dariam presentes a cada quatro e isso me deixava irritado.

Depois, alguns amigos me indagavam quando deveriam me cumprimentar quando não tinha o dia 29; se no dia 28 ou no dia 01/03 ou, ainda, se à meia noite do dia 28.

Na minha cidade – Mirassol – era comum nas gincanas que uma das tarefas fosse encontrar uma pessoa nascida e registrada no dia 29/02 e, algumas vezes lá ia eu munido do meu registro de nascimento para ajudar uma das equipes.

Algumas pessoas – até hoje – brincam comigo dizendo que estou muito jovem porque só faço aniversário a cada quatro anos.

Seria muito bom se o “relógio biológico” me fizesse envelhecer na medida de meus “aniversários”!

O advogado Wilber Rossini, de Jacupiranga/SP, conta a história de uma reunião surpresa que seus amigos organizaram: "na reunião, como eu não aparecia, resolveram me ligar e descobriram que esqueceram de me convidar. Isso se deu pela dúvida de qual dia iam se reunir e quando decidiram pelo dia, ironicamente esqueceram de me convidar."

Mas o causídico também aproveita para pregar a própria peça: nos anos em que não há o dia 29, se ligam no dia 28, diz que seu aniversário ainda não chegou; já para os que ligam no dia 1º/3, responde que fevereiro já passou.

Apesar dos contratempos, é unânime o prazer dos depoentes por terem nascido em 29/2, bem como a alegria de terem em 2012 a oportunidade de celebrar o dia em toda sua plenitude.

Migalhas aproveita para, antecipadamente, desejar votos de felicidade e sucesso a todos os causídicos bissextos! Feliz Aniversário!

informativo de hoje

patrocínio

Advertisement

últimas quentes

Cadastre-se para receber o informativo gratuitamente

WhatsApp Telegram