Migalhas

Sábado, 22 de fevereiro de 2020

ISSN 1983-392X

Violência

Advogado falece após carro ser alvejado por tiros em SP

OAB/SP acredita que o crime que vitimou Paulo Clélio de Almeida possa ter relação com o exercício profissional.

quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Violência

Advogado falece após carro ser alvejado por tiros em SP

O advogado Paulo Clélio de Almeida (OAB/SP 125.007), de 43 anos, faleceu na tarde de ontem após ser abordado por dois homens que abriram fogo contra seu veículo, na zona leste de SP.

Nascido em 9/4/1968, Paulo era formado pela Universidade Braz Cubas de Mogi das Cruzes (Turma de 1993).

A OAB/SP, em nota oficial, diz que acredita que o crime possa ter relação com o exercício profissional do advogado. "Repudiamos esse crime brutal e acompanharemos todo o inquérito por meio da Comissão de Acompanhamento de Inquérito dos Advogados Vítimas de Homicídio da OAB/SP, para que cheguemos à autoria e punição dos culpados", afirmou o presidente da seccional, Luiz Flávio Borges D'Urso.

De acordo com a Polícia Civil, Almeida foi abordado na rua Mateus Mendes, próximo à sua casa, por dois homens que estavam em um carro de cor escura, que o mandaram parar e dispararam uma série de tiros contra o advogado.

Paulo Clélio de Almeida nasceu em Rio dos Pires/BA, em 1968. Desde 1994 era advogado inscrito na OAB/SP.

O caso foi registrado no 53º DP e encaminhado ao DHPP - Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa.

patrocínio

últimas quentes

-