quarta-feira, 28 de julho de 2021

MIGALHAS QUENTES

  1. Home >
  2. Quentes >
  3. Mulher que engravidou depois de cirurgia de laqueadura não será indenizada
Decisão

Mulher que engravidou depois de cirurgia de laqueadura não será indenizada

Não houve, no caso, promessa de eficácia absoluta do procedimento médico.

quinta-feira, 1 de março de 2012

Decisão

Mulher que engravidou depois de cirurgia de laqueadura não será indenizada

A 13ª câmara Cível do TJ/MG negou provimento ao recurso de uma dona de casa de Coronel Fabriciano, no Vale do Aço, que pedia indenização por danos morais e materiais por ter engravidado após realizar uma cirurgia de laqueadura de trompas.

Em 17/4/03, foi realizado o procedimento cirúrgico. No oitavo mês após a realização da cirurgia, entretanto, a paciente passou a sentir os sintomas de uma gravidez, que foi comprovada posteriormente.

O desembargador Nicolau Masseli, relator, considerou que "não há nos autos qualquer documento firmado pela médica ou mesmo a demonstração de alguma forma de propaganda a demonstrar a promessa de eficácia absoluta do procedimento médico a que se submeteu a dona de casa".

Ainda segundo o desembargador, "os procedimentos realizados foram cautelosos e adequados, não havendo como se imputar à médica, ou até mesmo ao hospital, a culpa pela gravidez da autora, haja vista se tratar de obrigação de meio e não de resultado do médico com o paciente".

__________

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 1/3/2012 15:21

LEIA MAIS