Migalhas

Sexta-feira, 28 de fevereiro de 2020

ISSN 1983-392X

CLT

Trabalhador poderá ser liberado para fazer provas de concursos públicos

PL permite que empregado fique ausente por até oito horas.

quinta-feira, 22 de março de 2012

CLT

Trabalhador poderá ser liberado para fazer provas de concursos públicos

A Comissão de Assuntos Sociais do Senado aprovou, ontem, o PLS 220/11, de autoria do senador Itamar Franco, que altera a CLT para permitir que o empregado possa se ausentar do trabalho para se submeter a provas de concursos públicos.

A proposta inicial garantia o benefício para a realização de provas pelo empregado matriculado em estabelecimento de ensino regular. O senador Cícero Lucena, relator, alterou o motivo da liberação, mas manteve a concessão do benefício por até oito horas ao mês, consecutivas ou não. Ele argumentou que a preocupação do autor, senador Itamar Franco, era incentivar medidas que facilitassem o aprimoramento educacional dos trabalhadores, o que resultaria em mão de obra mais qualificada e no consequente desenvolvimento econômico e social do país.

Se não houver recurso para votação pelo plenário do Senado, a matéria seguirá direto para a Câmara.

patrocínio

últimas quentes

-